III BIENAL INTERNACIONAL DO LIVRO DO AGRESTE

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

FOLCLORE POLÍTICO: AUDIÊNCIA NA MADRUGADA

Marco Maciel.
1985 - Marco Maciel despacha normalmente no Ministério da Educação, ao lado do seu amigo de vários anos, Francisco Bandeira de Melo, jornalista e intelectual dos mais respeitados e admirados de Pernambuco. De repente, toca o telefone. Maciel pede a Bandeira que atenda à ligação.

Era um prefeito do Interior de Pernambuco. Estava em Brasília e queria uma audiência, para o mesmo dia, com o senador e ministro da Educação. A agenda de Maciel estava lotada, explica Bandeira. O prefeito insiste e pede a Bandeira para falar com Marco Maciel.

Maciel atende à ligação e, diante do pedido do prefeito, pergunta:

- Meu caro prefeito, estou com a agenda lotada até uma hora. Dá para você vir aqui a uma hora e trinta minutos?
O prefeito, diante da fama de Maciel de virar a noite trabalhando, tenta tirar a dúvida:
- O Senhor quer dizer 13h30?
O ministro responde:
- Não, prefeito, é a uma hora e meia da madrugada, mesmo.
O prefeito concorda e no horário marcado chega ao Ministério. Mas termina sendo atendido somente às 4 horas da madrugada.

Fonte: Livro Folclore Político "Do Chinês no Palanque ao Pequinês das Princesas" de Carlos Cavalcante e Jaques Cerqueira. Recife - 1994. Editora Comunicarte.