III BIENAL INTERNACIONAL DO LIVRO DO AGRESTE

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Memórias de Brejão-PE (57): José Custódio das Neves

José Custódio das Neves.
Por Eliane Daniel
Blog Fatos e Fotos de Brejão

Foi casado com D. Florípes Santana, mais conhecida como D. Nhanhá, moraram na casa que era de Zé Pinto onde nasceram seus filhos Wilson, Pedro, Ivone, Sônia, Zezito e Ione, sendo Wilson o mais velho e depois na rua Cleto Campelo, hoje rua José Inácio dos  Santos.

Começou sua vida negociando com café  e pouco tempo depois comprou a Fazenda São José por 100 contos de reis, onde nasceu seu filho caçula Roberto. Também comprou na cidade de Garanhuns um belo casarão por 30 contos de reis e à vista, que era um assombro na época e hoje  pertence a Prefeitura Municipal de Garanhuns , que fora vendido após a morte do seu primogênito, o médico  Dr. Wilson Santana Neves especializado em perícia. 

José Custódio das Neves foi um dos que  mais lutou para  a emancipação política de Brejão, foi Comissário de Polícia e Delegado nomeado durante  40 (quarenta) anos  em Garanhuns e Brejão. Também foi prefeito interino e apoiou José dias da Silva então adversário do seu cunhado Luís Ferreira de  Barros (Luís Fula), que era casado com sua irmã D. Letícia.

Foi um homem irreverente ao ponto de se opor em uma campanha contra o próprio cunhado.  

Este grande homem foi muito importante para a nossa história pois era íntegro e cumpriu sua missão política no município de Garanhuns  e teve grande responsabilidade na emancipação política do nosso município. Na cidade de Garanhuns existe uma rua  que leva o seu nome como reconhecimento de todo  um trabalho de uma vida. A Sede da Prefeitura  de Brejão, honra este ilustre e saudoso morador com a denominação de PALÁCIO JOSÉ CUSTÓDIO DAS NEVES.

Faleceu em 27 de abril de 1971, seus restos mortais estão enterrados nas ruínas da antiga capela da fazenda.