Tuesday, October 25, 2016

VIAGEM ICONOGRÁFICA AO PASSADO DE GARANHUNS: IGREJA MATRIZ DE SÃO SEBASTIÃO

Comemoração do Centenário da Independência do Brasil
em 1922. Inauguração da Igreja Matriz de São Sebastião.
Em 07 de setembro de 1922.
O cidadão Pascoal Lopes Vieira de Almeida idealizou a construção de uma igreja, como Padroeiro São Sebastião, no alto de São Miguel na Boa Vista.

A ideia encontrou apoio de outros cidadãos ali residentes, e a obra foi iniciada por volta do ano de 1894, sendo suspensa depois quando já se achavam construídos os alicerces, no centro dos quais foi fincado uma cruz de madeira com cerca de dois metros de altura. Ficando a obra interrompida somente sendo lembrada por ocasião das epidemias, quando grande parte da população ia valer-se do Santo "São Sebastião".

 Uma cruz fincada no chão  de madeira com
 cerca de dois metros de altura. 
O local era limpo e um grande número de pessoas, especialmente mulheres para lá afluía a fim de rezar o terço e ladainhas, implorando a proteção do Santo Mártir.
Era grandioso o espetáculo por ocasião dessas romarias. Dezenas de pessoas conduzindo velas acesas dirigiam-se para o local da cruz e, ao chegarem, as mulheres cantavam:

"São José e Jesus Cristo
Ambos vão em nossa guia
O Mártir São Sebastião
E a Virgem Santa Maria".

"Mártir São Sebastião
Ele é o nosso defensor
Queira nos livrar da peste
Amorosíssimo Senhor".

Passada a epidemia, lá ficava novamente abandonado o local, e o mato tomava conta de tudo. O progresso, entretanto, continuava. A cidade tornou-se a sede de Bispado e o bairro estava em crescimento. Ao aproximarem-se os festejos do primeiro centenário da Independência do Brasil, o Padre Francisco Luna tomou a cargo terminar a construção da referida igreja.

Alto de São Miguel na Boa Vista.

Com ajuda de várias pessoas de boa vontade, e depois de grande sacrifício, conseguiu inaugurar em 7 de setembro de 1922, fazendo parte a inauguração das comemorações que então se realizavam.

O Padre Francisco Luna tomou a
 cargo terminar a construção da
 referida igreja.
Nesse mesmo ano, Dom João Tavares de Moura, 1º Bispo da Diocese de Garanhuns, criou a freguesia de São Sebastião da Boa Vista, fazendo-a matriz da Paróquia.

Ainda na mesma data, foi, pelo então Prefeito, Coronel José de Almeida Filho, foi lançada a pedra fundamental do Majestoso Monumento à Independência da Pátria, cuja planta idealizada e traçada pelo saudoso garanhuense Ruber van der Linden foi mandada executar pelo governo do município, e teve a inauguração no dia 7 de setembro de 1923, pelo saudoso Euclides Dourado, então no exercício de Prefeito Municipal.
Fonte: Livro "História de Garanhuns" de Alfredo Leite Cavalcanti.

Click na Imagem:

No comments:

Post a Comment