Monday, May 9, 2016

CENTENÁRIO DA HECATOMBE DE GARANHUNS (1917-2017) - PERSONAGENS DA HECATOMBE: FRANCISCO VELOSO DA SILVEIRA


Foto: Bico de Pena do Artista
Plástico Espedito Dias.
Por Cláudio Gonçalves de Lima


Francisco Veloso da Silveira nasceu em 1862. Era casado com Alexandrina Jardim Veloso da Silveira, Xandu, o casal não deixou filhos. 

O Tenente-Coronel Francisco Veloso da Silveira, era proprietário de terras e de farmácia em Garanhuns. Foi eleito prefeito de Garanhuns em 10 de setembro de 1898 obtendo 558 votos, enquanto o seu adversário o Alferes Joaquim Correia Brasil Junior obteve 131 votos. Seu mandato foi concluído em 1901. Durante a sua administração foram realizados melhoramentos urbanos, calçando algumas ruas da cidade.

Em 10 de julho 1904 voltou a concorrer ao cargo de prefeito do município sendo novamente eleito. No seu segundo mandato a sua visão política concentrou-se no sentido de melhorar a iluminação pública, substituindo a iluminação de lampiões de querosene por carbureto em postes de madeira. A atual Avenida Santo Antônio foi servida por oito desses postes. Devido as enxurradas que causaram vários estragos nas ruas da cidade foram feitos reparos nos locais prejudicados, sendo feito os calçamentos. 

Devido ao estado contristador do prédio em que funcionava a cadeia pública de Garanhuns. O Prefeito Francisco Veloso em parceira com o Governo do Estado constrói em 1904 a nova cadeia (Prédio onde atualmente funciona a COMPESA, na Praça Irmãos Miranda). Local onde em 15 de janeiro de 1917 aconteceu a Hecatombe de Garanhuns e Francisco Veloso seria uma das vítimas.
Fonte: História de Garanhuns - Alfredo Leite Cavalcanti e Jornal do Recife. 

No comments:

Post a Comment