quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

BREJÃO - EMANCIPAÇÃO E A PRIMEIRA ELEIÇÃO

José Dias da Silva (Zé Dias), perdeu a eleição por 3 votos
nas eleições realizadas em outubro de 1962. Sendo
 eleito posteriormente prefeito. Fez uma grande
  administração em  Brejão.
O território fertilíssimo para a agricultura principalmente o café, verificando nas primeiras colheitas deste produto a superior qualidade, foram-se fundando fazendas que se multiplicaram, o que mais contribuiu para o crescimento da população e sua riqueza, e para o progresso da sede facilitando para sua emancipação. Pela Lei nº 3.337, de 31 de dezembro de 1958, o distrito foi desmembrado de Garanhuns, transformando-se em município autonomo em 1º de março de 1962, com o Prefeito provisório, o Sr. José Custódio das Neves que o governou até 15 de novembro de 1962, quando passou o governo ai 1º prefeito eleito Luiz Ferreira de Barros.

A Comarca de Brejão, também criada pela citada Lei foi instalada solenemente pelo 1º Juiz de Direito, o Dr. Jader Jordão de Vasconcelos em 08 de julho de 1962 abrilhantando com a presença de muitas autoridades - o Exmo. Revmo. Dom José Adelino Dantas, Bispo de Garanhuns, Pedro de Souza Lima, Prefeito do Município de São João, Dr. Edgar Bezerra Leite, deputado federal, Dr. Uzzae Canuto, José Custódio das Neves, Prefeito provisório, Dr. Jairo Rocha Ferreira, Promotor Público, Boanerges Cerqueira, delegado de polícia, Mário da Silva Souto, Aberlardo Ramos da Costa, entre outros. O referido Juiz de Direito já no dia 04 do mesmo mês empossou os serventuários Francisco Pereira Lopes, tabelião, Sebastião Leite Cavalcante, Oficial do Registro Civil, José Dias da Silva, Avaliador Judicial. 
Luís Ferreira de Barros (Luís Fula),
1º prefeito eleito em Brejão.

Para formar o 1º Governo Constitucional do Município eleições  se realizaram em 07 de outubro de 1962, inscreveram-se como candidatos ao Poder Executivo Luiz Ferreira de Barros e José Dias da Silva, e para o Legislativo José Osorio de Barros, Agilberto Bento de Moraes, Mário da Silva Souto, Antonio Lopes Ferreira, Horácio Eulálio Rodrigues, Teotonio Ferreira dos Santos, Joaquim Fausto Sobrinho, Joaquim Alexandre da Silva, Hélio Leite de Araújo, José Rodrigues Alves, Manoel Barbosa Calado, Maria do Espírito Santo, Valdomiro Siqueira Pinto, Lindelberto Monteiro de Vasconcelos, Abel Pinto de Barros, João Raimundo da Silva, Hermínio Trajano de Gois e Epifânio Bispo Monteiro. Realizada as eleições saíram eleitos os candidatos seguintes: Para Prefeito Luiz Ferreira de Barros com a maioria de 03 (três) votos sobre o candidato José Dias da Silva. Para Vereadores: José Osorio de Barros, Horácio Eulalio Rodrigues, Antonio Lopes Ferreira, Mário da Silva Souto, Agilberto Bento de Moraes, Manoel Barbosa Calado, Maria do Espírito Santo, Valdomiro Siqueira Pinto e Joaquim Fausto Sobrinho. A posse dos eleitos foi realizada em 15 de novembro de 1962.
Fonte: Livro "História de Garanhuns" de Alfredo Leite Cavalcante. 

Baú da História de Garanhuns: Em 1762 a Freguesia de Santo Antonio do Ararobá, criada em 1700 sob forma de Curato, passa a Freguesia de Santo Antonio de Garanhuns. Fonte: Livro "Pingos de Garanhuns" de Arlinda da Mota Valença.

Pensamento do dia: Nada nos une mais a Deus do que a caridade. São Camilo de Lellis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário