sexta-feira, 10 de julho de 2015

LANÇAMENTO DO LIVRO FERNAND JOUTEUX: O MAESTRO DE CHAPÉU DE COURO E SUA "BELA ALIANÇA" COM GARANHUNS DE ÍGOR CARDOSO


É com indescritível alegria que - agora, oficialmente - convido-os para o lançamento de meu primeiro livro sobre temática garanhuense - Fernand Jouteux: O Maestro de Chapéu de Couro e sua "Bela Aliança" com Garanhuns.

Trata-se da incrível história real do maestro francês Fernand Jouteux, que, radicado em sua Fazenda "Bela Aliança", na Garanhuns da "Belle Époque", compôs, em meio a quase duas centenas de obras musicais, uma ópera inspirada em "Os Sertões", de Euclides da Cunha, e, na tentativa de montá-la, varou o Brasil de Norte a Sul, cruzando com Lampião, com o Padre Cícero, com Presidentes da República e até com o Rei da Bélgica!

A obra é fruto de um trabalho de pesquisa que envolveu a análise de periódicos dos mais diversos Estados do país e do exterior (França e Argélia), bem como de fontes documentais e bibliográficas - inclusive dos pertences pessoais do maestro, atualmente conservados em Tiradentes-MG, custodiados pelo Instituto Histórico Tiradentes (IHGT) e pela sesquicentenária Sociedade Orquestra e Banda Ramalho (SOBR).

O livro tem prefácio de Dominique Dreyfus, escritora consagrada, especialista em música brasileira e autora, sem favor, da melhor biografia já escrita sobre a vida e a obra de Luiz Gonzaga; apresentação de Marcílio Reinaux, artista plástico e imortal da Academia de Letras de Garanhuns (ALG), principal mentor de nosso Festival de Inverno de Garanhuns (FIG); e orelha de Luzinette Laporte, grande educadora e premiadíssima literata. Os três, garanhuenses - de nascimento ou de coração; os três, de ancestralidade francesa, como o maestro Fernand Jouteux.

Aproveito para convidar a todos os que se encontrarem em Garanhuns, no período de 20 a 25 de julho, para visitarem o Casarão de Souto Filho, sede do nosso querido Instituto Histórico e Geográfico de Garanhuns - IHGG - imóvel situado defronte à antiga Estação Ferroviária (atual Centro Cultural) e à Praça Dom Moura, a poucos passos da Praça de Eventos (antiga Guadalajara) -, pois estaremos com a bela exposição "Memorabília: Celso e Sylvia Galvão", relativa à mobília de época do ex-prefeito de Garanhuns e de Caruaru, o garanhuense Celso Galvão, confeccionada para ornamentar o interior de nosso Palácio da Prefeitura. Além disso, teremos uma exposição de telas de artistas locais e palestras e apresentações culturais - inclusive uma solenidade em honra da homenageada do Festival deste ano, a garanhuense Luzilá Gonçalves Ferreira.

Será um prazer poder dividir, com todos os que puderem comparecer, este momento tão especial, decerto um dos mais importantes de minha vida.

Afetuosamente,

Ígor Cardoso