quinta-feira, 25 de junho de 2015

INTERNET BRASILEIRA FICA EM 89º LUGAR NO RANKING MUNDIAL


De acordo com o estudo "State of the Internet", realizado pela empresa norteamericana de internet Akamai, a internet brasileira teve velocidade média de 3,4 Mbps no primeiro trimestre de 2015, o que a coloca em 89º lugar no ranking mundial. 

Embora represente um aumento de 19% com relação ao trimestre passado e de 29% com relação ao mesmo período de 2014, o resultado coloca o Brasil abaixo da média global de 5,0 Mbps. Além disso, apenas 31% das conexões brasileiras estão acima de 4 Mbps - velocidade a partir da qual, segundo a Comissão Federal de Comunicações dos EUA (FCC), uma conexão podia ser considerada "banda larga".

A FCC recentemente atualizou esse valor para 25 Mbps. Embora o estudo não mostre qual porcentagem das conexões brasileiras atingem essa velocidade, apenas 0,5% das conexões do país superam 15 Mbps. Segundo a empresa, 243 países ou regiões foram analisadas na elaboração do levantamento. 

O ranking mundial é liderado pela Coreia do Sul (com velocidade média de 23,6 Mbps), seguida pela Irlanda (17,4 Mbps) e Hong Kong (16,7 Mbps). 

América Latina

Na América Latina, o Brasil ocupa a 8a posição. O ranking regional é liderado pelo Uruguai, com velocidade média de 6,7 Mbps, seguido por Chile (5,7Mbps), Mexico (4,9Mbps), Argentina (4,6Mbps), Colômbia (4,5Mbps), Peru (4,5Mbps) e Equador (4,1Mbps). 

Atrás do Brasil, ficaram Panamá, com velocidade média de 3,2 Mbps, Costa Rica (3Mbps), Bolívia (1,5Mbps), Venezuela (1,5Mbps) e Paraguai (1,4Mbps).

Velocidade Pico

O estudo analisou também a velocidade pico de conexão dos países: a média de velocidade dos 10% de conexões mais rápidas em cada região. Nessa categoria, o Brasil ficou em 82º lugar, com uma velocidade pico média de 24,2Mbps. 

O ranking global desse quesito é liderado por Singapura (com velocidade pico média de 98,5 Mbps) e traz, em seguida, hong Kong (92,6 Mbps) e coreia do Sul (79 Mbps).

Na América Latina, o Brasil fica em 7º lugar, atrás de Uruguai (51,3 Mbps), Chile (36,7 Mbps), Colombia (28,7Mbps), Mexico (27,8 Mbps), Peru (25,9 Mbps) e Argentina (24,5 Mbps). A velocidade pico média do uruguai superou até mesmo a do Canadá (49,5Mbps)O pior resultado da região é o da Venezuela (10,7 Mbps).

Conectividade móvel 

A velocidade média das conexões móveis também foi abordada pelo levantamento, embora apenas 62 países ou regiões tenham entrado nessa categoria. A média brasileira foi de 2,5 Mbps, o mesmo resultado de Chile e Colômbia, superior aos da Argentina (1,8Mbps) e da Bolivia (2 Mbps) e inferior aos de Paraguai (4,1 Mbps), Uruguai (5,4 Mbps) e Venezuela (7Mbps). 

Globalmente, as conexões móveis mais ágeis foram as do Reino Unido (20,4Mbps), seguido pela Dinamarca (10 Mbps) e Coreia do Sul (8,8 Mbps). O pior resultado foi o do Vietnã, que ficou em 1,3 Mbps.

Com relação à velocidade pico, o Brasil teve média de 20,7 Mbps, o quarto melhor resultado da América Latina atrás de Uruguai (32 Mbps), Venezuela (25,9 Mbps) e Paraguai (24,1Mbps). Os líderes mundiais nesse quesito foram Austrália (149,3 Mbps), Japão (126 Mbps) e Singapura (116,4 Mbps).
Fonte: Olhar Digital

Nenhum comentário:

Postar um comentário