The 3 Week Diet

Monday, June 22, 2015

GARANHUNS - FERNANDO CASTELÃO "UM MARCO NA TELEVISÃO PERNAMBUCANA"

Fernando Castelão Pereira.
Fernando Castelão Pereira, nasceu em Garanhuns-PE, em 11 de junho de 1924. Fernando Castelão foi um marco na televisão pernambucana. Seu programa "Você faz o show", apresentado ao vivo nas noites dos domingos, pela TV Jornal do Commercio nos anos "60 e 70", atingia quase a totalidade de televisores ligados.


Não é de hoje, que os famosos programas de auditórios fazem sucesso com milhares de telespectadores brasileiros. Muitos apresentadores ficaram na memória do povo, devido a seus programas que envolviam a platéia em quadros, brincadeiras e entrevistas. Apresentadores como: Chacrinha, Flávio Cavalcante, Silvio Santos e Hebe Camargo ja são figuras  históricas para a TV brasileira. 

E nessa temática, podemos destacar a existência do pernambucano Fernando Castelão, que lançou o programa, "Você Faz o Show", pela TV Jornal do Commercio, tornando-se o principal programa nos domingo, para a maioria dos telespectadores pernambucanos durante a década de 1960.


Fernando Castelão foi um famoso radialista da Rádio Clube de Pernambuco, durante a década de 1940, ganhando vários fãs por todo o nordeste, devido a sua forma de atuação nos programas de rádio. Pelo seu talento múltiplo, exerceu as funções de locutor, noticiarista, narrador esportivo, produtor, rádio-ator e publicitário. Foi, durante várias décadas, um grande destaque na glamourosa era de Ouro do Rádio.(PHAELANTE, 2005).

No entanto, foi a partir do seu programa de televisão, "Você Faz o Show", que Fernando Castelão se tornou um grande ídolo do povo pernambucano, que assistia ao seu programa, todos as noites de domingo, divulgando assim a vida cultural, social e política do Recife, além de divulgar as novidades que aconteciam no Brasil para os seus espectadores.

Grupo de Rádio Atores (Década de 40): Mercedes del Prado, Selma Lopes, Luiz Maranhão Polyana, Dorinha Peixoto, Ada Neuza. Em pé: Ari Santa Cruz, Manuel Malta, A. G. Melo Júnior, Pedro Alves, Ziul Matos, Luiza de Oliveira, Fernando Castelão, Ernani Dantas, José Uchôa, Gilson Ribeiro e José Guimaráes.
Foto: Livro "Fragmentos da História do Rádio Clube de Pernambuco" de Renato Phaelante.

Domingo à noite, hora do programa, momento de reunião da família e vizinhos que se repetia ritualisticamente cada final de semana, numa prática regular de emoções, atitudes e expectativas criadas pela repetição contínua do próprio evento. Nesse início, a televisão local não utilizava o videoteipe 48 – VT, sendo toda a programação transmitida ao vivo, apesar desse recurso já estar integrado à prática televisiva nacional (LOPES, p. 65).

Com o auditório sempre lotado, o programa, Você "Faz o Show" era o maior sucesso da TV pernambucana. E o grande talento do apresentador, fazia com que esse sucesso aumentasse a cada semana. Fernando Castelão intervia em toda a produção técnica, da grade de programação a distribuição dos ingressos para a platéia, o apresentador chegou até a trabalhar com a atriz Lolita Rodrigues, que também fazia parte da sua equipe técnica. Assim o programa de Fernando Castelão  representou um marco muito importante para a história dos programas de auditórios no Brasil. Quadros que descobriam novos talentos musicais e procura de pessoas desaparecidas ja faziam parte do seu programa, que era apresentado com grande participação da platéia em uma linguagem bastante popular.

O programa também foi palco de grandes nomes como, Nelson Gonçalves, Ângela Maria, Dalva de Oliveira, Elizete Cardoso, Jair Rodrigues, Cauby Peixoto. Outro ponto interessante do seu programa era o fato da obrigatoriedade imposta aos espectadores em trajar terno e gravata durante a gravação. Enfim, falar sobre Fernando Castelão é relembrar um pouco da própria história da televisão de Pernambuco e do Brasil, pois esse apresentador fez história no radio e na TV, permanecendo sempre nas memórias de muitos que vivenciaram os seus programas.

Seu programa durou até 1967, quando as emissoras passaram a exibir programas feitos no sudeste, reduzindo as programações regionais. Entretanto, Castelão continuou trabalhando no rádio e na televisão até o final de sua vida. Em 25 de  agosto de 2005 o apresentador morre, deixando o seu grande legado para as comunicações brasileiras.

No comments:

Post a Comment