quarta-feira, 6 de maio de 2015

INSTITUTO HISTÓRICO DE GARANHUNS ESTÁ INSERIDO NA 13ª SEMANA DE MUSEUS.


A Semana Nacional de Museus é uma temporada cultural que acontece todo ano em comemoração ao Dia Internacional dos Museus (18 de maio).

Essa ação é promovida pelo Instituto de Museus (Ibram), mas os grandes atores que lhe dão vida são os museus brasileiros. Em sua 13º edição, há 1.378 instituições culturais realizando mais de 4.500 atividades.

Atualmente, a Semana de Museus é a maior ação em âmbito mundial que comemora o Dia Internacional dos Museus, sendo também uma das grandes responsáveis pelo aumento da visibilidade e da visitação nas instituições participantes.

De 18 a 24 de maio, museus e outras entidades culturais em todo país apresentam uma programação especial para seu público: exposições, palestras, ações educativas, espetáculos, entre outras.

A cada ano, o ICOM (Conselho Internacional de Museus) lança um tema diferente para celebração do 18 de maio, que é também o mote norteador das atividades da Semana.

O tema de 2015, "Museus para uma sociedade sustentável", vem enfatizar a importância de uma maior conscientização da acão do homem sobre nosso planeta e reforçar a necessidade de alinhar o nosso modelo econômico e social à perspectiva da continuidade e inovação.

A sustentabilidade é um dos grandes desafios da vida contemporânea. Faz-se urgente o uso com cautelas dos recursos planetários, naturais ou não, respeitando os sistemas biológicos e o equilíbrio entre o meio ambiente e as comunidades humanas.

Museus para uma sociedade sustentável é o tema lançado pelo ICOM (Conselho Internacional de Museus) para o Dia Internacional dos Museus (18 de maio) de 2015. Essa data, comemorada mundialmente, é celebrada no Brasil pela Semana Nacional de Museus. A 13ª edição desta ação, ao abraçar a proposta do ICOM, vem enfatizar o importante papel dos museus no processo de fomento à sustentabilidade: seja por meio de suas boas práticas de atuação, seja pela conscientização do público sobre a necessidade de uma sociedade mais cooperativa e solidária.

Várias são as óticas sob as quais podemos analisar a sustentabilidade. Destacamos aqui três: a ambiental, a econômica e a sociocultural. A primeira se refere à possibilidade de podermos viver em equilíbrio com os recursos disponíveis, de modo a oferecer ao planeta tanto quanto retiramos dele. 

Uma das possibilidades de aplicação dessa perspectiva é o aperfeiçoamento da gestão museológica sustentável ou mesmo a construção de um banco de projetos sobre sustentabilidade. Podemos também pensar uma vida sustentável com o estabelecimento de uma relação economicamente viável com o mundo. Tal concepção pode se aplicar aos museus, por exemplo, por meio da utilização de seu potencial gerador de emprego e renda, bem como pelo estabelecimento de parcerias com empreendedores locais, de modo a fomentar o desenvolvimento da região e favorecer o equilíbrio do que está a sua volta.

A sustentabilidade sociocultural, por sua vez, envolve questões como o fortalecimento das tradições locais, da identidade e dos laços de pertencimento; a melhoria da qualidade de vida da população; a distribuição de renda mais igualitária e a diminuição das diferenças sociais, com participação e organização popular. Sob essa perspectiva, os museus podem, por exemplo, promover atividades de conscientização sobre a corresponsabilidade individual para a construção da coletividade e a importância da participação comunitária, da economia solidária e criativa, além de valorizar a cultura local, de modo a fomentar o equilíbrio entre tradição e inovação.

Nos museus, a sustentabilidade oportuniza repensar práticas, rever ações, debater, questionar, mobilizar e, sobretudo, aperfeiçoar a participação social para a construção de um mundo que reverbere essas ações. 

A 13ª edição da Semana Nacional de Museus, ao trazer essa causa para discussão, vem fomentar em toda a sociedade uma maior conscientização da ação do homem sobre nosso planeta e reforçar a necessidade urgente de alinhar nosso modelo econômico e social à perspectiva da continuidade e inovação.

Instituto Brasileiro de Museus.

Programação:

INSTITUTO HISTÓRICO, GEOGRÁFICO E CULTURAL DE GARANHUNS.
PRAÇA DOM MOURA, 44 - SANTO ANTÔNIO 
18/05/2015 a 24/05/2015  - 09h às 18h
Exposição do Mobiliário do Ex-prefeito de Garanhuns, Dr. Celso Galvão e D. Sylvia Miranda Galvão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário