quinta-feira, 19 de março de 2015

SERVIÇO GEOLÓGICO BRASILEIRO REALIZA ESTUDO TÉCNICO EM GARANHUNS.

A equipe da Coordenação de Proteção e Defesa Civil de Garanhuns recebeu, esta semana, representantes da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM) para o início da avaliação das áreas de risco de desastres naturais que o município possui. O estudo se aprofundou com visita técnica às oito maiores erosões da cidade, conhecidas também como voçorocas. Um relatório, mostrando o grau de risco de possíveis fenômenos, será elaborado pelos geólogos responsáveis.

Após a divulgação dos dados, o documento será encaminhado ao Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden) para que o órgão realize o acompanhamento dessas áreas. O Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres Naturais (Cenad), departamento que também é vinculado ao Ministério da Integração Nacional (MI), será informado sobre a situação.

De acordo com o secretário-executivo de Defesa Civil de Garanhuns, Fábio Antônio Cavalcanti, o relatório servirá de base para captação de recursos de ordem federal. “Nós temos o intuito de recuperar e estabilizar as erosões e nascentes de água mineral de Garanhuns. Essa parceria com os órgãos federais é indispensável para que as ações possam se concretizar”, destaca.

A Prefeitura de Garanhuns vai contratar, por meio de processo licitatório, uma empresa especializada em execução de topografia georreferenciada para que seja elaborada a planialtimetria – representação das informações obtidas em uma única planta, carta ou mapa. “Esse trabalho vai passar informações primordiais para o desenvolvimento dos projetos executivos de recuperação e estabilização. Logo em breve divulgaremos outras novidades”, pontua o coordenador da Defesa Civil de Garanhuns, Thiago Amorim.
(Fonte: Secom/PMG)

Nenhum comentário:

Postar um comentário