segunda-feira, 30 de março de 2015

ALGUNS VULTOS DE GARANHUNS


Encontro de amigos em Garanhuns década de 50 -
Em pé da esquerda para direita: Antonio Vicente, Moisés (Chefe da Estação Ferroviária),
Manoel Souto, Tenente Mandú, Roboão (Oficial de Justiça).
Sentados: Santino José de Oliveira, Dr. Osório Souto e José Rocha.


O Dr. Osório Pinto da Silva Souto (Dr. Osório Souto), nasceu em 9 de julho de 1880. Formou-se em odontologia em Salvador capital da Bahia em 1911, sendo considerado o dentista mais velho do Brasil. Foi um grande defensor do socialismo. Faleceu em 4 de março de 1982 com 92 anos de idade pertencia a nossa tradicional família Muchileira.

José Woston Burgos "Woston".
Foto de Massillon Falcão.

Quem não lembra do querido Woston "José Woston Burgos", o gordo das revistas usadas em Garanhuns que começou a vender as mesmas em 15 de maio de 1950 na Avenida Santo Antonio, sendo o mais antigo no ramo naquela época.

No dia 5 de junho de 1980 quando houve a explosão das barracas de fogos onde morreram 4 pessoas o mesmo perdeu todo o seu acervo de revistas e livros. Várias raridades foram perdidas naquele dia, entre elas: Romances, Revistas, Livros, Folhetos de 1910 e um grande estoque de gibs; Guri, Jene Autri, Tarzan, Roi Rogeres, Buk Jones, Mandrak e diversos romances e livros.

Explosão no centro de Garanhuns - 05 de Junho de 1980.
Foto de Massillon Falcão.

O Sr. Woston trabalhava no box 14 "Box Padre Cicero", hoje colunata. Sr. Woston viajava 4 vezes durante o ano para o Juazeiro do Padre Cicero sendo um daqueles romeiros fervorosos. Sempre quado viajava ao Juazeiro trazia em sua bagagem várias estátuas do Padre Cicero e Nossa Senhora das Dores. Conheci o Sr. Woston um homem simples e muito querido em nossa cidade, fica a nossa lembrança em sua saudosa memória.

Lambe-Lambe do amigo "Quati"
Foto de Massillon Falcão.

Quem não lembra do antigo "Lambe-Lambe", aqueles fotógrafos que tiravam fotos no meio da rua. Aqui nos tínhamos o fotógrafo conhecido por "Quati" que tinha ponto em frente ao Antigo Cine Jardim. Em 1980 meia dúzias de fotografias custava 30 cruzeiros.

Guardo com muito carinho este livro que pertenceu
ao Sr. Manoel Vicente Gouveia, que foi  proprietário
da Livraria Escolar. Homem muito culto e educado.
Vivia à cantarolar em sua livraria.

Em junho de 1980, faleceu o mais antigo mascate de Garanhuns, com 81 anos faleceu o Sr. Galil João Mansur, o mais antigo comerciante ambulante da região. Era de nacionalidade Síria vindo para o Brasil muito jovem. O mesmo vendia: tecidos, giletes, navalhas, alpargatas e pomadas para mordidas de cobra.

Um comentário:

  1. Sou Jamil mansur, filho de João Calil mansur e neto de Calil João Mansur, o mesmo que é citado no comentario, tambem conhecido como "Calil das Cobras" pois o mesmo curava mordidas de cobras nas feiras onde andava. meu nome "Jamil" foi um pedido do meu avô e prontamente atendido pelos meus pais, uma homenagem ao famoso Calil das Cobras onde tenho grandes lembranças e agradecemos esta publicação que tambem considero uma homenagem.

    ResponderExcluir