The 3 Week Diet

Tuesday, February 24, 2015

ABERTAS INCRIÇÕES PARA OLIMPÍADA BRASILEIRA DE MATEMÁTICA DAS ESCOLAS PÚBLICAS

Jefferson Vianna de 17 anos, medalhista da Obmep
 tira maior nota em matemática do Enem 2014.
Estão abertas as inscrições para a 11ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), que tem como objetivo estimular o interesse pela área e descobrir talentos. A escola interessada tem até o dia 31 de março para inscrever os alunos pelo site www.obmep.org.br. As provas da primeira fase serão aplicadas no dia 2 de junho.

Organizada pelo Instituto Brasileiro de Matemática Pura e Aplicada (Impa), a Obmep 2015 vai premiar 6.500 alunos com medalhas, sendo 500 medalhas de ouro, 1.500 de prata e 4.500 de bronze, além de 46.200 menções honrosas.

Como nos anos anteriores, serão três níveis de participação na olimpíada: alunos do 6º e 7º anos do ensino fundamental; do 8º e 9º anos do ensino fundamental; e do 1º, 2º e 3º anos do ensino médio. Todos os ganhadores de medalha serão convidados para ingressar no Programa de Iniciação Científica Jr., que é desenvolvido no ano seguinte ao das provas, em que os participantes recebem uma bolsa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

São esperados 18 milhões de participantes de 99% dos municípios brasileiros. Material didático, como banco de questões e provas anteriores, está disponível no site da olimpíada. O diretor-geral do Impa, professor César Camacho, diz que o material também é enviado impresso para todas as escolas públicas.

“Nesses dez anos de fato, a olimpíada se consagrou como um projeto não somente importante para selecionar talentos em matemática como também como um instrumento de ensino da matemática que está à mão para os professores que se disponham a utilizá-lo, seja na forma de textos, em vídeos ou em aulas. É um padrão muito eficiente do ensino da matemática”, disse Camacho.

A Obmep também disponibiliza o Portal da Matemática, que estimula o estudante a se interessar pela área. “A consciência geral que temos dessa atividade é que ela vai estimular o estudante, que se sente desafiado por questões interessantes do dia a dia, na forma de problemas de matemática, para os quais ele sabe que existe uma resposta inteligente. Então, é um desafio ao raciocínio. Isso acaba por fisgar o interesse do estudante e também do professor”, acrescentou o diretor-geral do Impa.

Além da competição, da iniciação científica para os vencedores e do portal, a olimpíada oferece atividades como o Programa de Iniciação Científica e Mestrado, os clubes de Matemática, Obmep na Escola - para os professores - , preparação para competições internacionais e polos olímpicos de treinamento intensivo e de preparação para a olimpíada. Há polos nas cidades do Rio de Janeiro, de São Paulo, São Bernardo do Campo, São José dos Campos, Salvador, Fortaleza e Parnaíba.
(Fonte: Agência Brasil)

No comments:

Post a Comment