segunda-feira, 4 de agosto de 2014

ODILON DA COSTA CAMPOS

Sanatório de Garanhuns ano de 1930 - Foto de Cora Valença
Foi um dos craques do Comércio Sport Club. Comerciante de calçados, seguindo a trilha do genitor. Substituiu o mano Raul na casa acima citada. Entre os filhos, tem-se: O engenheiro agrônomo Almir Campos (Boy), colega de mano Abelardo, casado com Zilda, comerciante de calçados, após o desastre que tirou de suas atividades técnicas. Mas, ele não se abateu com o sucedido e, posteriormente, retornando, de certa maneira, à área agrícola, integrou o setor especializado de comercialização de sementes olerícolas e seus problemas correlatos. 

Havia vencido o fator físico, que o atingiu, impossibilitando-o de se locomover com os seus próprios pés, prosseguindo em frente, galhardamente, e se tornando útil à coletividade. O outro mano, eng. Agrônomo Roberto Gilson, esteve no comando do Programa do POLO NORDESTE. (Fonte da Pesquisa: Livro "Os Aldeões de Garanhuns, de Alberto da Silva Rêgo").

Nenhum comentário:

Postar um comentário