quinta-feira, 7 de agosto de 2014

CANGAÇO E SERTÃO - PIRANHAS-AL

Por Sérgio Dantas





Piranhas, Alagoas. Histórica cidade que se debruça às margens do rio São Francisco. Em setembro de 1936, a cidade é atacada por três bandos de cangaceiros, capitaneados pelo temido “Corisco”. A cidade, mesmo tomada de surpresa, se organiza e resiste. Não mais que dez moradores em armas fazem recuar os invasores.

Ao contrário de Mossoró, aqui no estado (RN), Piranhas não teve dias e dias para armar uma defesa. Foi tudo no improviso mesmo. E deu certo!...
Mas hoje quase ninguém por ali relembra o feito heroico. Não se faz comércio com a data; não há festa popular marcando o evento; não se exagera o heroísmo dos resistentes.
Piranhas vive a sua tranquilidade, como a cochilar na beira do Velho Chico. 
Sergipe, do outro lado, flerta com seus casarões seculares e com a velha estação ferroviária que, um dia, recebera o Imperador D. Pedro II..
 https://www.facebook.com/sergioasdantas?fref=nf 

Nenhum comentário:

Postar um comentário