Tuesday, July 8, 2014

BRASIL VENCEU A COPA DAS COPAS

Por Luis Augusto Símon



Em 2007, dias após o Brasil ser escolhido como sede da Copa, fui a um jogo no Bruno  José Daniel, em Santo André. A cabina de imprensa era péssima. Um colega disse assim: esse é o país que quer sediar a Copa? Argumentei que não haveria copa em Santo André. E ele com um sorriso irônico. Só faltou me chamar de “tolinho''. Depois disso, ouvi milhões de vezes o “imagina na Copa''.

Ouvi bilhões de vezes que os aeroportos não ficariam prontos.

No consultório médico, li que os estádios ficariam prontos em 2038.

Ouvi gente que nunca fez um gesto pelos pobres, que nunca teve simpatia pelos despossuídos defendendo educação e hospitais.

Vi raivosos, com a cara coberta com máscaras negras, quebrando bens públicos e queimando carros e vociferando que não vai ter copa.

Aguentei blablabla em festa de família, jurando que o Brasil não pode. Não pode por definição. Ponto. Não pode. Acabou. Vamos colocar os pés no chão.

Vi ex-cunhado compartilhando mentiras sobre o Brasil.

Ah, o Facebook. Quantos compartilhamentos teve o jornalista dinamarquês que desistiu da Copa porque estavam matando crianças no Nordeste para que os estrangeiros não percebessem a pobreza.

Na televisão, o Canalha que não é canalha falava sobre milhares de pessoas afastadas de suas casas por causa da Copa.

E que imagem vamos deixar para os estrangeiros? Nossos taxistas são ladrões, nossas putas nem inglês falam, não somos loiros, temos sotaques.

Vi colegas jurarem que seria um vexame. Sem tremer a voz, sem piscar, com a certeza dos crentes. Fanáticos do apocalipse, que não admitem dúvidas. Ve-xa-me.

Na véspera da Copa, dia 11 de junho, o alarme. Sistema sem fio não funciona. 4G não funciona. Esperem amanhã, imaginem o caos.

A Copa não vai dar certo porque no primeiro jogo teste a torcida do Figueirense, time adversário, não tinha ingressos. Mas não tem Figueirense na Copa. Ah, não acredito nesse seu argumento. Amigo, não tem time rival na Copa. Ah tá bom. Só me faltou chamar de tolinho.

A estação Itaquera é longe do Metrô. Longe, quanto? Cinco quilômetros. Ah, você é iludido, não dá para falar com você.

A Espanha vendeu a Copa das Confederações. O Brasil é ruim demais.

A Copa do Mundo está comprada. O japonês começou o serviço. E o gol anulado do Hulk, que dominou a bola no ombro? E o sufoco contra o Chile. E a falta criminosa em Neymar? Ah tá bom, você é muito radical, não adianta conversar.

A Espanha vendeu a Copa para ter o direito de sediar a outra, em 2026.

E a maior de todas:

ESTÁ TUDO ARMADO PARA O MESSI GANHAR A COPA. POR ISSO MACHUCARAM O NEYMAR.

Duvida que eu ouvi isso? Tá certo, eu li. Está ali nesse post com a charge do Mick Jagger, o post 115. Dá para acreditar. E eu que pensei que teoria de conspiração fosse coisa dos EUA.

Bem, vamos resumir. Os estádios ficaram prontos, os aeroportos funcionaram, os gringos gostaram, a maioria diz que não houve Copa igual….

E os que torcem contra, continuam torcendo. Estão por aí, gritando pela Alemanha, como gritaram pela Colombia, Chile, Camarões, México e Croácia.

Estão revoltados. Mas o Jabor disse que mostraríamos ao mundo a nossa incompetência. Se ele falou, é verdade.

E agora, a cereja no bolo. A polícia do Rio de Janeiro prende um bandido responsável por um esquema fraudulento envolvendo ingressos oficiais que já durava havia quatro Copas. O nome dele? Ray Whelan. Como, não é brasileiro??????

Amigos, ouvi muito. Li muito. Me angustiei. Passei raiva. Sim, eu queria que desse certo. Eu apostei que daria certo. Então, hoje eu estou feliz. Eu acertei. O Brasil fez a Copa das Copas. É só perguntar para quem esteve aqui. Pergunte que imagem levarão de nosso país. Pergunte quanto deixaram de dinheiro. Pergunte se voltarão.

O jogo de  hoje nem importa. O Brasil é campeão.

Ah, e vai ganhar da Alemanha. Franco atirador? Aqui não.

Coxinhas, vocês perderam. E, para falar no dialeto que vocês amam, o meu destaque final.

LOSERS.

No comments:

Post a Comment