quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

DIÁRIO DE PERNAMBUCO NOTICIOU EM 25 DE ABRIL DE 1896

Portão do Cemitério de Brejão, construído na
administração do Prefeito  Cel. José de Almeida
Filho em 1920.
Terminada a eleição em Brejão de Santa Cruz, um grupo de malfeitores, emboscado, atirou em um eleitor que  retirava em companhia do capitão Augusto Cesário de Araújo, que obrigado entrou na luta, recebeu ferimentos, falecendo horas depois, também o mesmo aconteceu com o sobrinho e uma irmão deste. Come se vê, além de informações oficiais, os fatos de Brejão de Garanhuns nenhuma ligação tiveram com o pleito eleitoral, que ocorreu em paz em todas as seções   do referido município.

Nenhum comentário:

Postar um comentário