domingo, 10 de fevereiro de 2013

MENINO


Marcílio Reinaux

Antiga Rua do Recife, hoje Rua Dr. José Mariano.
Desenho em bico de pena de Marcílio Reinaux/1979.

Não.
Não fui um menino triste.
Puxando meu carrinho vermelho,
Ou empinando o meu bardo,
Ou jogando "chimbre" na Rua da Areia,
Ou correndo no "tribulim", nas
Noites de festas,
Fui Feliz.

Rabsicando
meus desenhos,
Nas aulas do meu Ginásio,
Ou correndo pelos sítios,
Ou subindo serras,
Ou descendo veredas
Não fui triste,
Fui feliz.

Brincando na 
Rua do Recife, ou
Triscando no Parque dos
Eucalíptos, ou descendo
no Pau Pombo, ou
Subindo o Monte Sinai,
Ou indo à gruta D'água,
Fui feliz.

Recebendo lições
da Professora Nísia,
Ensinamentos do Padre Adelmar,
Cantando os hinos do Colégio,
Ou triritando no frio do inverno,
Com a chuva fina molhada o rosto.
Não fui triste,
Fui feliz.
Fui Feliz.

Aconchegado
nos cobertores, por
baixo da garoa das
Das noites modorrentas e 
cumpridas. Ao som da
canção de ninar, sim
Fui feliz.

Não.
Não fui um menino triste.
Fui um menino,
Sou um homem,
Feliz.

(Garanhuns, Janeiro/1981).

Nenhum comentário:

Postar um comentário