The 3 Week Diet

Wednesday, August 15, 2012

Soneto


Raimundo Athanásio de Moraes (Dezembro de 1975)

Não lamentes viver entre a maldade,
Porque disso é que vive a criatura;
Bem sabes que o sofrer da humanidade
Faz parte desse mal que nos tortura.

Anos e anos, desnudos e sem bondade,
Noites ingratas, dias sem ventura,
Sombras de vidas, justiça, verdade,
Lares inteiros cheios de amargura...

Visão distante, a despertar tristeza,
Volvendo o tempo em infernal crueza,
Ofuscas résteas nos olhares santos...

Enfim, crueldades, sofrimentos, prantos...
Retalhos de penúrias, desencantos,
Nesse conjunto rico de pobreza.
(Foto: Bairro de Heliópolis, início do século passado)

No comments:

Post a Comment