quinta-feira, 2 de agosto de 2012

GARANHUNS


Tercina Lima Silvestre

Só não torna quem não pode
A visitar Garanhuns
Berço de Simoa Gomes
Ninho dos pretos anus.

Com seus morros decantados
Seus jardins, sua gâroa
Pau Pombo dos namorados
Sua água santa e boa.

Arraial menina linda
Dos olhos de um sonhador
Que se faz de bicho feio
Para esconder seu amor.

Em toda hora há beleza
Nesta cidade de escól
Mas, a alma se deslumbra
É vendo seu pôr do sol!
(Foto: Parque Ruber van der Linden)

Nenhum comentário:

Postar um comentário