domingo, 10 de junho de 2012

Sete Colinas


Marcílio Reinaux

O sol dardeja sua luz
Sôbre teus ombros lisos;
As flores te perfumam e
Te cobrem com halo peren;
As colinas te apertam em
Amplexo humano e amigo.

Descontraída te saúda a lua,
Por trás de espessas nuvens.
Modorrento chega o frio e
Te abraça por baixo dos
Teus agasalhos.

Gorgéiam os pássaros nas
Copas das tuas árvores;
Do nectar dos deuses os frutos
Da Natureza umedecem a tua boca.

Cantam teus filhos a tua
Canção. O teu canto é o
Nosso canto de vitória.

Rendemos a ti nossa homenagem.
A teus pés e a ti Garanhuns,
Terra das Sete Colinas,
Enevoada pérola fugidia.
(Foto: Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti).

Nenhum comentário:

Postar um comentário