The 3 Week Diet

Tuesday, May 1, 2012

Garanhuns: Fatos e Curiosidades


Os prefeitos Manoel Jardim, Luís de Barros Brasil e José Inácio Rodrigues eram professores.
O Saudoso Deputado José Cardoso da Silva foi o único vereador eleito em Garanhuns com mais de 10% de votos válidos da nossa história.
Um dos maiores Economistas do Brasil é do Distrito de Miracica: Rubens Vaz da Costa foi Secretário da Fazenda do Estado da Bahia; Secretário de Planejamento de São Paulo; Superintendente da Sudene; Diretor do BIRD; Presidente do BNB; Presidente da Chesf; Presidente do BNH; Conselheiro da Eletrobrás e Secretário Nacional de Energia no Governo do Presidente Collor.
Em 15 de janeiro de 1937, em Garanhuns uma mulher do povo dá a luz a um monstro: Corria na cidade que na rua do Arrayal, um mulher teria dado a luz a um monstro com duas cabeças três braços e duas pernas. Em busca de informações a equipe do jornal "Diário de Pernambuco", procurou informações com a polícia que informou o ocorrido. Na rua Djalma Dutra no Arrayal, era grande o número de curiosos que ali se achavam para ver o estranho caso. Entramos na casa e encontramos Isabel Maria da Conceição, de 25 anos de idade, mãe do xiphodomo, monstro duplo pertencente a família dos Catadymos.
Em 25 de fevereiro de 1957: Dom Antônio Aragão é o novo bispo de Petrolina e ele viaja hoje para aquela cidade a fim de tomar posse na Arquidiocese. Dom Antônio foi transferido de Garanhuns, onde nasceu, e será recebido no sertão com festas.
Em 28 de setembro de 1958: O comício de Cid Sampaio em Garanhuns foi dissolvido à bala. O candidato a governador do Estado pelas forças progressistas, chamadas de oposições unidas, recebeu diversas agressões verbais, mas não interrompeu o discurso. Tiros vindos da multidão, disparados por um desconhecido, dispersaram o comício e deixaram seis feridos.
Em 1959 quando em campanha política aqui em Garanhuns, para a Presidência da República Juscelino Kubitschek, ficou hospedado na casa de Abdias de Noronha Branco. Sendo ele o chefe das oposições coligadas nesta terra, numa prova evidente de seu espírito de homem democrata. Quem fez cabelo e barba do ex-presidente foi o barbeiro Soriano de Barros Souto.
23 de janeiro de 1959: A Câmara de Vereadores do Recife aprovou proposta do vereador Rivaldo Allain, presidente da casa, concedendo o nome de Dom Expedito Lopes a uma rua no Recife. Dom Expedito Lopes era bispo em Garanhuns, no agreste, e foi morto a tiros de revólver pelo padre Hosana Siqueira há poucos anos. O crime teve repercussão nacional
11 de julho de 1960: O Governador Cid Sampaio viajou com a família para Garanhuns com a finalidade de dar início ao programa de descentralização do Governo, levando o secretariado para debater com as lideranças do agreste, prefeito e vereadores. O encontro terá duração de quatro dias, começando no dia 13. As reuniões serão abertas ao público.
Em 1959 o Sr. Abdias de Noronha Branco(foto) foi candidato a prefeito de Garanhuns, tendo como concorrente o Sr. Aloísio Souto Pinto. Naquela eleição o candidato Aloísio Souto Pinto saiu vitorioso com uma diferença de 3.618 votos. Naquele ano a eleição foi realizada no dia 2 de agosto.

No comments:

Post a Comment