sábado, 28 de abril de 2012

CURIOSIDADES SOBRE O PALÁCIO CELSO GALVÃO (PREFEITURA MUNICIPAL DE GARANHUNS)


Foi construído na administração do Prefeito Celso Galvão sendo inaugurado em 8 de junho de 1943, foram gastos na obra da construção o valor de Cr$ 535.754,90. Causou muita admiração por ter sido uma importância relativamente baixa.
Na torre do prédio, um relógio com mostradores em losango, adquirido no Rio de Janeiro, aos relojoeiros "Jacques Perret & Cia".
Ao lado do Palácio temos a árvore "Cedro Rosa", que serviu como caibro do andaime da construção e que foi declarada como Patrimônio Histórico de Garanhuns, desde 1982.
Detalhes da Portaria:
A árvore Cedro Rosa(Cedrela Glaiiovii, DC4), existente no Jardim do Palácio Celso Galvão(Prefeitura Municipal de Garanhuns), que a mesma foi declarada Patrimônio Histórico de Garanhuns. O Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal(IBDF), através de portaria o Instituto declarou "imune de corte a árvore Cedro Rosa).
No artigo 2º da Portaria diz que o desrespeito dessa ordem "constitui contravenção penal com punição prevista da Lei 4 771/65(Código Florestal).
A árvore Cedro Rosa(foto) é Patrimônio Histórico de Garanhuns, conforme Proc. MA-IBDF-DE-PE, nº 395/82.
No início o prédio abrigou todas as atividades da administração do município, também Câmara de Veradores, escola de bordado e biblioteca.
Em sua inauguração em 1943, estiveram presentes o Ministro da Guerra Eurico Gaspar Dutra, o Interventor Federal no Estado, Agamenon Magalhães, o Comandante da 7ª RM, General Newton Cavalcanti, o Comandante da 2ª Zona Aérea, Brigadeiro Eduardo Gomes, e o Inspetor do 1º Grupo de Regiões, General Lúcio Esteves.
O Palácio Celso Galvão na época tornou-se um orgulho para Garanhuns sendo muito visitado e admirado.(fonte da pesquisa: Jornal "O Século" e arquivo pessoal).

Nenhum comentário:

Postar um comentário