The 3 Week Diet

Monday, April 2, 2012

CEM ANOS DE MONSENHOR ADELMAR



Gonzaga de Garanhuns

1908
Esse ano decorria
Aos 04 do Mês de Julho
Uma criança nascia
Trazendo para seus pais
Muita paz e alegria

Esse lar se encheu de benção
Com a vinda desse menino
Esse menino Adelmar
Que da vida sem destino
Fora traçado do alto
Num ambiente tão fino

O saber e a educação
Dos pais que souberam dar
Não coube somente a ele
Nessa reta singular
Como também coube aos outros
O padrão de educar

Foi um autêntico bancário
Na Bahia trabalhou
Mas a sua vocação
Que ele quis e abraçou
Foi a de ser sacerdote
Que ao nascer Deus lhe mostrou

Um sacerdote fiel
A toda sua vocação
De um sacerdote mestre
Que demonstrou sua ação
Que soube levar a frente
Aos jovens educação

Por um colégio altaneiro
Um colégio renomado
Um colégio talentoso
Um colégio agraciado
Um colégio de conceito
O Diocesano amado

O exemplo de bons cristãos
Apegados a Maria
A Gloriosa Mãe Santa
No orar do dia-a-dia
Para suas vocações
Seguirem com garantia

Nasceu um forte menino
No lar santo e abençoado
Desde de sua infância
Foi um menino educado
Obediente aos seus pais
No que lhe era ordenado

Tornou-se adolescente
Firmou-se na oração
Dedicou-se aos estudos
Até sua formação
Formação religiosa
A qual deu sua atenção.

1908!
2008 chegou
São cem anos desse ícone
Que Deus nos presenteou
Cem anos em nossa história
Que o tempo nos contou

Desse talento infindo
E o seu nome potente
Conhecido em toda parte
Pelo seu gesto atraente
E o exemplar sacerdote
Que deixou sua semente

Sua semente de força
E de respeito exemplar
A sua maior semente
Foi a semente de amar
Nestes cem anos corridos
Na vida bem decorridos
Do Monsenhor Adelmar

Homenagem do Poeta, Cordelista e Mestre de Reisado, Gonzaga de Garanhuns ao Centenário de Nascimento do Mons. Adelmar da Mota Valença.

No comments:

Post a Comment