domingo, 25 de março de 2012

DOUTÔ RAIZ

Você criado no mato
Na vez que um fio adoece
Faz um remédio barato
Que muita gente conhece
Tem um doutô raizêro
Este por pouco dinhêro
Prepara uma garrafada
Devido tanta mistura
As vês agente se cura
Quase inté sem gastá nada

No lugar que eu nasci
Tinha um doutô raizêro
Um fazedô de meizinha
Que pegou fama ligêro
A casa cheia de gente
E tudo gente doente
Gente de longe e pertinho
Todo dia aparecia
E seu remédio sirvia
Pr'aquele povo todinho

Seu nome foi se espalhano
Quase em toda região
E haja gente chegano
Do agreste e do sertão
Vinha do norte e do sul
Deles que chegava azul
Com uma doença danada
Adespois ficava bom
Rosado iguá a botom
Cum a tá da garrafada

Depois que ficou famoso
O povo lhe precurano
Inté um pouco orguioso
Cuma tivesse inrricano
Há muito tempo passado
Eu escutava um ditado
Inté um ditado fraco
Dizia a minha madrinha
Quando Deus dá a farinha
O diabo vem rasga o saco

Certo dia apareceu
Uma fiscalização
Pra ver se o remédio seu
Era registrado ou não
O fiscá lhe perguntou
O sinhô já se formou
Pra tomá essa atitude
Tratá de tanta doença
É preciso ter licença
Do Ministério da Saúde

Só pode se for formado
Mode tratá de doente
Se passá remédio errado
Pode matá muita gente
E o Doutô raiz falou
O sinhô já ispiou
Quanta diferença há
Das doença dos matuto
Criado qui nem bicho bruto
Pros povo da capitá?

Se lá tem conjuntivite
Aqui nós chama dordói
Azia lá é grastite
Queima no istambo e dói
Intiriça é hepatite
E a poliomelite
Eu chamo paralisia
Sei que estresse é cancêra
Diarréia e caganêra
É tudo dizinteria

Coqueluche é tosse braba
Asma é farta de ar
Afitose eu chamo baba
Corise de ispirrá
A gente chama difurço
Pilepsia e convulsão
Aqui eu chamo dismaio
Dor com caimbra é andaço
E a dor de espinhaço
É bico de papagaio

Gripe é constipação
Sarna é iscabiose
Prósta é inframação
Isdropisia é sirrose
A varíola é bichiga
Cólica é dor de barriga
Pelagra é arisipela
Morróida é sangue no fundo
Aids doença do mundo
E o sinhô tá com ela

Nisso o fiscá teve um susto
E disse o sinhô me trata
Trato sim mas tem um custo
Que essa doença mata

Nenhum comentário:

Postar um comentário