The 3 Week Diet

Friday, March 23, 2012

A DESCENDÊNCIA DA FAMÍLIA MUCHILEIRA

Abdias de Carvalho(1942)

Para narrar esses versos
Consultei opiniões
De pessoas muito antigas
Pois é minha obrigação
Uma vez que vou falar
Sobre uma geração.

O leitor deve saber
De uma família que tem
Chamada de Muchileira
Mas não sabe de onde vem
A primeira geração
De onde a mesma provém.

Por isso eu vou descrever
A história da antigüidade
Fazendo todos cientes
Com muita dignidade
Descrevendo a descendência
Desta familiaridade.

Há muitos anos passados
A coisa era diferente
A terra toda em comum
Consta nosso contingente
Pois dessas coisas fatais
Este caso é procedente.

Havia um antigo português
Que por aqui viajava
Apossou-se de uma terra
Donde ninguém trabalhava
E logo a demarcou
Só ele é que governava.

A grande porção de terra
Que o português demarcou
Não era bem conhecida
Ele então determinou
A escolher um nome
E em sua terra botou.

Veja com que nome lindo
A terra foi batizada
Ele chamou-a Muchila
E assim foi denominada
É de onde se dirá
Esta geração falada.

Na terra do português
Uma mulher habitava
Maria do Rosário
Esta mulher se chamava
E o nome do português
Quem me contou ignorava.

E ambos eram solteiros
Começaram a namorar
Como foi esse namoro
Eu não posso adivinhar
E sem haver casamento
Juntinhos foram morar.

E continuaram assim
Até que um filho nasceu
O português velho disse
Quem sabe o nome sou eu
Micael de Amorim Souto
Foi o nome que lhe deu.

Nasceu mais três filhos
A todos ele registrou
Todos eram masculinos
O nome ele já marcou
Vamos ver para esses três
O que foi que ele inventou.

O segundo filho dele
Também foi habilitado
Por José Paes de Lira
Ficou ele considerado
Veja qual a diferença
Como foi modificado.

Francisco Dias de barros
Ele chamou o terceiro
Sendo também diferente
Do segundo e do primeiro
Vamos ver qual foi o nome
Que registrou o derradeiro.

Já disse quais foram os nomes
Dos três rapazes primeiros
O ultimo Domingues Teles
E mais de Carvalho Gueiros
São estes os procedentes
Da família muchileira.

Todos estes se casaram
Aumentou a produção
Alirou-se por toda parte
Da Muchila a geração
Julgo que tem muchileiro
Até em outra nação.

Quem se assinar por Gueiros
E por Barros também
Por Dias, Carvalho, Teles
Não consulte com ninguém
É de dentro da Muchila
Já sabe de onde vem.

Paes e Lira também
Não tem mais que chegar
Que todos são muchileiros
Queira ou não aceitar
Ou da Muchila ou do Saco
Não tem para onde apelar.

Tem muchileiro espalhado
Até mesmo no Pará
Paraíba, Rio Grande
Sergipe no Ceará
São Paulo, Rio de Janeiro
Na Baía e no Paraná.

Finalmente no Brasil
A geração está espalhada
Todos os filhos destes nomes
É da Muchila falada
Há mais de duzentos anos
Só pode está aumentada.

A sede é em Pernambuco
No distrito de Brejão
Onde é a propriedade
Com a denominação
Que ainda hoje é Muchila
Ninguém me dirá que não.

Fonte da Pesquisa:Livro "A História da Família Gueiros" de
David Gueiros Vieira

No comments:

Post a Comment