terça-feira, 27 de setembro de 2016

AUDÁLIO FILHO: PROPOSTAS DE UM VEREADOR QUE ENGRANDECE GARANHUNS


Durante o seu mandato na Câmara Municipal Audálio teve vários de seus Requerimentos e propostas atendidas pelo prefeito Izaías, Governos do Estado e Federal, ações essas que beneficiaram centenas de garanhuenses, como calçamentos, abastecimento d'água, PSF, creches etc,. Desta forma Audálio parte em busca de um novo mandato na certeza que realizará ainda mais por Garanhuns. 

CONFIRA AS PROPOSTAS DE AUDÁLIO!!! 

EDUCAÇÃO

Ensino em tempo integral
Ampliação do número de creches
Psicólogos e assistentes sociais para as escolas
Construção de novas escolas
Passe livre para os estudantes 
Implantação de unidade do Colégio da Polícia Militar (CPM - Garanhuns)
Transformação da Unidade Acadêmica de Garanhuns – UAG / UFRPE na Universidade Federal Rural do Agreste Meridional – UFRAM
Implantação do Campus da Universidade Federal de Pernambuco – UFPE

SAÚDE

Implantação de novos Postos de Saúde - PSF
Implantação de gabinetes odontológicos nos PSFs
Centro Federal de Cardiologia
Agilidade na marcação de exames e diagnósticos
Implantar no Centro de Especialidade Odontológico (CEO) procedimentos de Ortodontia e Implante Dentário

SEGURANÇA

Aumento de viaturas e do efetivo da PM no 9º BPM
Implantação de delegacias especializadas DHPP e GPCA
Implantação de delegacia da Polícia Federal
Ampliação do número de câmeras de segurança nas ruas e avenidas da cidade
Plano Municipal de Iluminação Pública - Projeto Ilumina Garanhuns
Apoio ao aumento do efetivo da guarda municipal
Construção de novo quartel para o 9º BPM
Implantação do complexo da Polícia Cientifica 
Implantação de Companhias Independentes da PMPE – CIOSAC E CIPOMA

TRANSPORTE E MOBILIDADE URBANA

Construção de alça viária ligando a Rua Julião Cavalcante a BR 424
Implantação de perimetral viária ligando os bairros de Heliópolis e Francisco Figueira
Implantação de ciclovia, ciclofaixas e bicicletário
Integração de linhas de coletivos e passagem única
Construção de terminal para o transportes alternativo
Abertura de trechos das Ruas Pedro Cavalcante e Jornal do Comercio com ligação com a Rua Agostinho Branco
Continuidade na luta pela duplicação da BR 423
implantação do VLT – Veículo Leve Sobre Trilhos
Alargamento das Avenidas Frei Caneca e Simoa Gomes

ASSISTÊNCIA SOCIAL

Implantação de novas unidades do CRAS
Aumento dos recursos para atendimento das pessoas em situação de risco

CULTURA

Implantação de unidade do Centro de Artesanato de Pernambuco
Criação de Projeto de Lei visando a preservação patrimonial e cultural do município
Regionalização dos editais e dos recursos do FUNCULTURA
Plano municipal de valorização e incentivo as festas religiosas e tradicionais
Efetivação da Lei Municipal 3301/04 para incentivo e apoio aos artistas locais e financiamento de projetos culturais
Construção de concha acústica no Pau Pombo

ESPORTE

Bolsa Atleta Municipal
Plano municipal de apoio e incentivo aos esportes
Ampliação do número de quadras poliesportivas nas escolas
Implantação do Centro Paralímpico do Nordeste
Construção de quadras de tênis 

HABITAÇÃO

Implantação de nova etapa do Minha Casa Minha Vida 3
Criação programa habitacional específico para os servidores públicos municipais 
Ampliação do Programa Nacional de Habitação Rural - PNHR para construção de casas populares na zona rural
Assistência técnica gratuita para o projeto de construção de imóveis para população de baixa renda

GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA

Apoio para infraestrutura da CIELA (novo distrito industrial no bairro D. Helder Câmara) e incentivos para atração de novas indústrias e empreendimentos
Criação do Programa Municipal de Microcrédito para estimular o empreendedorismo estimulando a inovação e o crescimento da economia local
Implantação de faculdades do SENAI E SENAC
Implantação de unidade do Porto Digital e criação do parque tecnológico viabilizando a instalação de empresas da economia criativa e solidária
Implantação da Escola Técnica Municipal com arranjos produtivos voltados a economia local
implantação do Gasoduto (Extensão da Rede de Distribuição de Gás Natural), Ramal São Caetano – Garanhuns
Reativação da Feira de Exposição Agropecuária e Derivados no Município de Garanhuns
A permanência e preservação das feiras livres 

PESSOA COM DEFICIÊNCIA 

Abrigos de ônibus com sinalização tátil e semáforos com sinal sonoro
Implantação de unidade de Centro Federal de Habilitação e Reabilitação (CER - Tipo 2)
Implantação do Centro Municipal de Equoterapia (em parceria com o Pelotão Montado do 9º BPM)
Disponibilização de 10% das vagas de estágio no serviço público municipal para pessoas com deficiência
Efetivação da Lei Municipal de Acessibilidade

DIREITOS, CIDADANIA, DEFESA DA MULHER, CRIANÇA E IDOSOS

Centro de Referência em Direitos Humanos
Implantação do Programa Federal Cozinha Comunitária para oferecer refeições de qualidade com valores acessíveis
Implantação de unidade da Casa Abrigo Modelo para mulheres em situação de violência 
Veículo para as atividades do Centro de Referência de Atendimento à Mulher de Garanhuns-CRAM
Implantação de Núcleos de Mediação de Conflitos nas comunidades de Garanhuns

SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL

Pagamento de 20% de insalubridade sobre os vencimentos dos servidores públicos que trabalhem em ambientes que apresentarem riscos insalubres
Aquisição de motos e incentivo a CNH - Carteira Nacional de Habilitação para os Agentes Comunitários de Saúde e Endemias
Gratificação do Difícil Acesso aos Servidores Administrativos da Educação (com inclusão no Estatuto do Servidor Público Municipal)
Plano de Saúde para os funcionários efetivos e contratados da Prefeitura 

MEIO AMBIENTE

Criação do Plano Municipal de Arborização
Proteção das nascentes e cursos d'água 
Criação de Unidade de Conservação Ambiental Municipal - UC
Reativação do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Mundaú (Pernambuco – Alagoas)
Implantação do Programa Produtor de Água (projeto de apoio à recuperação e preservação hidrográfica).
Ampliação do Aterro Sanitário de Garanhuns

DESENVOLVIMENTO RURAL E  AGRICULTURA FAMILIAR

Criação da Extensão Rural Municipal para assistência técnica ao produtor rural (em parceria com a UFRPE)
Ampliação da patrulha rural para os serviços de aração de terra, limpeza de barreiras e melhorias nas estradas vicinais
Construção de adutoras para o fortalecimento do abastecimento d'água na zona rural
Ampliação do policiamento da Patrulha Rural - PMPE nos sítios e distritos
Ampliação dos pontos de apoio dos PSFs em diversas comunidades rurais 
Ampliar o volume de compra de produtos dos agricultores familiares para merenda escolar
Implantação de Programa de Desenvolvimento da Cafeicultura Orgânica 

INFRAESTRUTURA URBANA

Calçamento e drenagem das águas servidas para mais ruas e avenidas da cidade
Ampliação do saneamento básico atendendo mais bairros da cidade
Construção e revitalização de praças 
Revisão do Plano Diretor do município
Programa para implantação de redutores de velocidade e lombadas nas vias onde houver necessidade  
Reforma e revitalização da Av. Santo Antônio
Ampliação da iluminação em LED para as ruas e avenidas em todos os bairros e distritos
Construção de passarela sobre a BR 423 para atender os usuários da UPAE - Garanhuns no bairro São José
Construção de passarela sobre a BR 424 ligando as Comunidades do Mundaú e Vale do Mundaú
Ampliação da oferta de abrigos de ônibus e lixeiras contêineres
Pavimentação da estrada vicinal que liga Garanhuns ao Distrito de São Pedro passando pelo Sítio Papa-terra, numa extensão de 06 Km

TURISMO E LAZER

Criação de programa permanente de divulgação do Trade Turístico de Garanhuns nas principais capitais e eventos do Brasil 
Criação do Plano Municipal de Turismo
Criação de um novo parque arborizado
Implantação do memorial em homenagem ao Monsenhor Adelmar da Mota Valença sob a responsabilidade do Colégio Diocesano
Extensão da decoração do Natal Luz para os bairros periféricos
Pavimentação da rodovia vicinal de ligação entre o município de Garanhuns e o distrito de Frexeiras em São João criando a Rota da Fé.

ABASTECIMENTO D'ÁGUA 

Acompanhamento junto a COMPESA dos serviços de troca dos conjunto de motores-bomba dos sistemas de abastecimento d'água das barragens do Cajueiro e Inhumas 
Perfuração de poços artesianos
Aumento da oferta de carros pipas para abastecimento na zona rural
Construção de barreiros e adutoras para zona rural
A substituição e expansão da rede distribuidora de água em toda cidade (novas tubulações).

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

TSE RECEBEU MAIS DE 32 MIL DENÚNCIAS DE IRREGULARIDADES PELO APLICATIVO PARDAL


A Justiça Eleitoral já recebeu 32.070 registros pelo aplicativo Pardal, que permite que os eleitores de todo país façam denúncias de propaganda eleitoral irregular, tanto nas ruas como na internet e em veículos de comunicação. A ferramenta foi lançada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no dia 18 de agosto, logo após o início da campanha.

Qualquer cidadão pode fazer denúncia de irregularidade praticada por candidatos e partidos políticos. A denúncia é feita pelo próprio aplicativo, com o envio de fotos, vídeos ou áudios que comprovem indícios de crime. O material é encaminhado automaticamente para análise do Ministério Público Eleitoral, que avalia a consistência das informações recebidas e pode formalizar denúncias aos juízes eleitorais de cada localidade.

Além da propaganda irregular, também é possível denunciar outras irregularidades como compra de votos, uso da máquina administrativa ou gastos irregulares. As denúncias que envolvem a propaganda eleitoral somam 51,93% dos registros. Veja aqui quais são as condutas proibidas aos candidatos durante a campanha.

Segundo o TSE, por ser o estado mais populoso e com o maior número de eleitores e, também, de candidatos, São Paulo é recordista de denúncias pelo aplicativo Pardal com um total de 6.444 registros.

Em seguida aparece o Espírito Santo, com 3.160 denúncias recebidas. O Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo foi o responsável pelo desenvolvimento do aplicativo e já adota esse tipo de recebimento de denúncias desde 2012.

O estado de Pernambuco surge em terceiro lugar no número de denúncias com 2.841 registros.

Outros aplicativos

Além do Pardal, o TSE, junto com tribunais regionais de todo o país, desenvolveu outros 10 aplicativos para smartphones e tablets para que os eleitores participem mais ativamente do processo eleitoral deste ano. Nas eleições 2014, quatro aplicativos foram colocados à disposição dos eleitores.

Já estão disponíveis para as plataformas IOS e Android os aplicativos: Pardal; Candidaturas; Mesários; Agenda JE; e JE Processos.

Serão disponibilizados nos próximos dias: Eleições 2016; Onde votar ou justificar; Boletim na Mão; Resultados; QRUEL (para servidores da Justiça Eleitoral); e Checkup da urna (para técnicos da Justiça Eleitoral).

O primeiro turno das eleições municipais acontece no próximo domingo (2), a partir das 8h.
Fonte: Agência Brasil.

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

BRASIL TERÁ SANTUÁRIO DE ELEFANTES NA CHAPADA DOS GUIMARÃES


A história de décadas de maus-tratos de Maia e Guida, duas elefantas da espécie asiática, terá um desfecho diferente a partir de outubro. Elas serão as primeiras moradoras do Santuário de Elefantes Brasil, uma instituição inédita no país, localizada na Chapada dos Guimarães, a 65 quilômetros da capital de Mato Grosso. A fazenda, que abrigará os animais tem 1,1 mil hectares e foi adquirida por meio de doações de organizações internacionais especificamente para abrigar elefantes.

As duas elefantas foram confiscadas de um circo na Bahia e vivem, há seis anos, em Paraguaçu, cidade ao sul de Minas Gerais. Com idades avaliadas de forma aproximada, Maia, 44 anos, e Guida, 42 anos, serão cuidadas por veterinários e especialistas do primeiro santuário de elefantes da América Latina. O espaço vai receber animais da espécie resgatados em situação de risco e oferecerá os cuidados necessários para que possam se recuperar física e emocionalmente do período de cativeiro.

De acordo com a presidente do Santuário e uma das idealizadoras do projeto, Junia Machado, o espaço terá estrutura para receber até 50 elefantes provenientes de toda a América do Sul. Inicialmente, a estrutura abrigará até seis elefantes. O custo mensal é estimado em até R$ 20 mil, nesta primeira fase. Todo os gastos do santuário são mantidos por doações e organizações não governamentais internacionais.

“Há 5 mil elefantes vivendo em locais de risco, como zoológicos e circos. Por melhor que seja um zoológico, em geral, ele isola o animal e causa um sofrimento agudo. Os elefantes são animais extremamente inteligentes, que vivem em grandes clãs, têm sociedades organizadas. Em alguns deles que encontramos em situações críticas, é possível perceber, a olho nu, o abalo emocional, por meio de movimentos repetitivos da cabeça e do corpo, e comportamento diferente dos elefantes que vivem na natureza. O santuário é um local criado e estruturado para dar proteção a esses animais”, explica Junia Machado.

A primeira etapa do santuário terá um centro de cuidados veterinários e piquetes para abrigar os elefantes, que serão separados por espécie (asiáticos e africanos) e sexo (machos e fêmeas).

A iniciativa aguarda a liberação do licenciamento ambiental da Secretaria de Estado de Meio Ambiente de Mato Grosso para começar a funcionar. De acordo com o órgão, o projeto já obteve as autorizações e as licenças prévia e de instalação. Nas próximas semanas devem ser liberadas a autorização de uso e manejo e a licença de operação.

A coordenadora de Fauna da Secretaria de Estado de Meio Ambiente do Mato Grosso (Sema), Danny Moraes, disse que haverá controle sanitário na origem do animal e também na chegada a Mato Grosso. No Santuário, o elefante passará por uma fase de quarentena, acompanhada por veterinários e especialistas. “Ele fica cerca de 40 dias em um piquete individual, se não apresentar nenhum sintoma, vai para um espaço maior”, afirmou.

Danny Moraes ressalta que para a liberação do licenciamento, a secretaria também avalia aspectos sanitários dos animais, como a possibilidade de transmissão de doenças.

“Há uma avaliação nesse aspecto para garantir a segurança da região. O estado de Mato Grosso é uma zona livre de febre aftosa, mas a doença atinge outro tipo de animais, como bovinos, ovinos e caprinos. O elefante não é hospedeiro de febre aftosa, então não é uma fonte de preocupação. Tuberculose é uma possibilidade de transmissão, tanto para os animais quanto para o ser humano, mas o espaço não compreende os fatores de risco e já tem os controles sanitários de origem. Também é analisada a possibilidade de transmissão de animais nativos para os elefantes. Tudo é avaliado para não termos riscos”, disse.

Atividades

O Santuário não será aberto para visitação pública, mas será mais do que um espaço de reabilitação dos elefantes. Segundo Junia Machado, a instituição terá, futuramente, um centro de visitantes na cidade, com dados sobre aspectos biológicos, físicos e comportamentais dos elefantes. Além de fornecer informações para pesquisas e estudos, ocorrerão palestras e acesso à imagens das câmeras, que transmitirão ao vivo, das áreas internas do santuário. Essas imagens estarão também disponíveis na internet.

O formato do santuário é inspirado em um exemplo criado há 20 anos, no Tennesse, nos Estados Unidos. O cofundador do The Elephant Sanctuary ins Tennesse, Scott Blais, é também um dos administradores e idealizadores do santuário brasileiro. O Santuário de Elefantes Brasil é um projeto conduzido pelo Global Sanctuary for Elephants (GSF) e pela ElephantVoices, organizações internacionais dirigidas por especialistas em elefantes.
Fonte: Agência Brasil.

terça-feira, 13 de setembro de 2016

EDUARDO CUNHA RESPONSABILIZA GOVERNO TEMER PELA PERDA DO MANDATO NA CÂMARA


Após ter seu mandato cassado pela Câmara, o ex-deputado Eduardo Cunha (RJ) responsabilizou o governo do presidente Michel Temer pelo resultado da votação. O peemedebista negou ainda que tenha a intenção de fazer delação premiada, mas prometeu escrever um livro relatando todos os diálogos que teve durante o processo de impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff.

Para o ex-presidente da Câmara,  o governo Temer teve responsabilidade na cassação do seu mandato por ter apoiado a eleição do Rodrigo Maia (DEM-RJ) à presidência da Casa, com apoio do PT.

“Quem elegeu o presidente da Casa foi o governo, quem derrotou o candidato Rogério Rosso foi o governo. Todo mundo sabe que o governo hoje tem uma eminência parda e quem comanda o governo é o Moreira Franco, que é o sogro do presidente da casa [Rodrigo Maia]. Todo mundo sabe que o sogro do presidente da casa comandou uma articulação e fez com que fosse feita uma aliança com o PT e, consequentemente, com isso a minha cassação estava na pauta”, disse Cunha.

Perguntado se tinha a intenção de assinar delação premiada, já que é alvo da Operação Lava Jato, Cunha disse não ser criminoso para fazer delação. “Só faz delação quem é criminoso. Eu não sou criminoso, não tenho que fazer delação”. O peemedebista, contudo, disse que pretende escrever um livro sobre o impeachment de Dilma Rousseff

“Vou contar tudo que aconteceu, diálogo com todos os personagens que participaram de diálogos comigo. Eles serão tornados públicos, na sua integralidade. Todo mundo que conversou comigo, todos, todos”, disse Cunha.

Apesar da promessa de escrever um livro de memórias, Cunha negou que faça ameaças. “Não sou pessoa de fazer qualquer tipo de ameaça, velada ou não. Não faço ameaça. O livro não é ameaça. Quero contar os fatos, contribuir para a história. A sociedade merece conhecer todos os detalhes. Até porque uns ficam falando que é golpe e hoje vão querer perpetuar esse discurso de golpe com a  minha cassação. Não tenho nada a revelar sobre ninguém. O dia que o tiver, eu o farei”.

Prisão

O ex-deputado, que é alvo de pedido de prisão feito pelo Ministério Público Federal e que aguarda decisão do Supremo Tribunal Federal, disse não ter medo de ser preso e nem do juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos inquéritos da Lava Jato na primeira instância.

“Não tenho que temer ninguém. Tenho que temer a Deus. Só temo a Deus. Vou me defender, como estou me defendendo. Não tenho preocupação com isso. Me sinto inocente e vou me defender”.

Arrependido

Depois de defender no plenário da Casa que sua cassação era resultado da atuação que teve no processo de impeachment, Cunha afirmou, após perder o mandato, que se arrepende de não ter aceitado antes a denúncia contra Dilma Rousseff. “Me arrependo de não ter feito antes, do dia que coloquei [a decisão sobre a abertura do processo do impeachment] na gaveta trancada, com medo de qualquer coisa e já não ter anunciado naquele momento”.

Cunha reconheceu que cometeu alguns erros, mas não o usado por seus adversários para cassá-lo. “Cometi muitos erros, eu sou um ser humano que errou muitas vezes, mas não foram os meus erros que me levaram à cassação. O que me levou à cassação é a política. Fui vítima de uma vingança política no meio do processo eleitoral.
Fonte: Agência Brasil.

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

CÂMARA DEVE DECIDIR HOJE FUTURO POLÍTICO DE EDUARDO CUNHA

Depois de quase oito meses em que a representação esteve nas mãos do colegiado, Marcos Rogério formulou o parecer que resultou na continuidade do processo por um placar de 11 votos a nove, em junho. No texto, o parlamentar afirma que Cunha é o dono de pelo menos quatro contas na Suíça - Köpek; Triumph SP, Orion SP e Netherton - e classificou as contas como “verdadeiros laranjas de luxo”.

Os advogados de Cunha terão o mesmo tempo - 25 minutos – para rebater os argumentos de Rogério. O próprio Eduardo Cunha já confirmou que estará pessoalmente na sessão e também poderá se manifestar, reforçando, em 25 minutos, sua defesa.

Com a conclusão desta fase inicial, os deputados que forem se inscrevendo poderão falar por cinco minutos cada. Mas esta etapa da sessão pode ser interrompida a partir da fala do quarto parlamentar, se houver um acordo e a maioria em plenário decidir pelo fim da discussão.

A votação é nominal e o posicionamento de cada deputado será anunciado abertamente pelo painel eletrônico. São necessários 257 votos – equivalentes à maioria simples dos 513 deputados – para que Cunha perca o mandato como parlamentar.

Eduardo Cunha, que foi notificado sobre a sessão na última quinta-feira (8) pelo Diário Oficial da União, deve contar com o apoio de aliados que podem apresentar questões de ordem. O peemedebista quer que, a exemplo do que ocorreu no impeachment de Dilma Rousseff no Senado, a votação seja fatiada, ou seja, que os parlamentares decidam separadamente sobre a perda do cargo e sobre a perda dos direitos políticos.
Fonte: Agência Brasil.

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

BANCÁRIOS RETOMAM NEGOCIAÇÃO COM A FENABAN

Em seu quarto dia, a greve dos bancários atingiu mais de 40% das agências de todo o país, segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Empresas de Crédito (Contec). A mobilização, que já teve a adesão de mais de 20 capitais, retoma hoje (9) as negociações entre a categoria e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban).

Entre as principais reivindicações da categoria estão reajuste salarial de 14,78%, sendo 5% de aumento real, com inflação de 9,31%; participação nos lucros e resultados de três salários mais R$ 8.297,61; piso salarial de R$ 3.940,24; vales-alimentação, refeição, 13ª cesta e auxílio-creche/babá no valor do salário-mínimo nacional (R$ 880); 14º salário; fim das metas abusivas e assédio moral; fim das demissões, ampliação das contratações, combate às terceirizações e à precarização das condições de trabalho; mais segurança nas agências bancárias e auxílio-educação.

A proposta da Fenaban, rejeitada pela categoria, é de reajuste de 6,5% (para uma inflação de 9,57%) e abono de R$ 3 mil, que não incide sobre os salários, nem sobre o FGTS, as férias ou o décimo terceiro.

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

PROTESTOS MARCAM DIA DA INDEPENDÊNCIA EM NOSSO PAÍS


O 7 de Setembro foi marcado por protestos em todo o país. O Grito dos Excluídos, manifestação tradicional da data, registrou, até agora, atos em 19 cidades, sendo 14 capitais. A estimativa da organização, antes dos atos, era protestos em 23 estados e no Distrito Federal. A coordenação nacional do Grito informou que ainda está recebendo informações dos organizadores locais para saber se a expectativa se concretizou.

Além da pauta habitual, de defesa dos direitos sociais, os pedidos de eleições diretas e de saída do presidente Michel Temer dominaram os protestos. Em algumas cidades, manifestações contrárias a Temer se juntaram às atividades programadas pelo Grito dos Excluídos – caso de Brasília.

A coordenação nacional do Grito confirma, por enquanto, protestos em 14 capitais: Belo Horizonte, Teresina, Belém, Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Aracaju, Maceió, Fortaleza, Recife, Curitiba, Salvador, Porto Alegre e Boa Vista. Segundo o movimento, no interior, houve manifestações nas cidades de Montes Claros e Governador Valadares, em Minas Gerais, Sorocaba, em São Paulo, Juazeiro do Norte, no Ceará, e Garanhuns, em Pernambuco.

Os repórteres e correspondentes da Agência Brasil acompanharam os protestos em sete capitais:

Brasília

Em Brasília, um protesto contra o presidente Michel Temer convocado pelas redes sociais uniu-se ao Grito dos Excluídos. O grupo marchou entoando palavras como “Eu já falei, vou repetir, é o povo que tem que decidir”, defendendo a escolha popular dos governantes.

Os manifestantes também criticaram a reforma da Previdência e a proposta de fixação de um teto para o reajuste orçamentário, contida na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241/2016. De acordo com a Polícia Militar do Distrito Federal, no auge da manifestação, havia cerca de 2,7 mil participantes. Para os organizadores, eram 10 mil.

Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro, o ato do Grito dos Excluídos ocupou cerca de 1 quilômetro de uma das pistas da Avenida Presidente Vargas, e a marcha percorreu cerca de 2 quilômetros até a Praça Mauá.

A manifestação, que tradicionalmente defende direitos sociais, ganhou novas bandeiras com a adesão de grupos contrários ao impeachment de Dilma Rousseff e favoráveis à saída do presidente Michel Temer.

São Paulo


Na capital paulista, o protesto chamou a atenção para os problemas do capitalismo, tema da edição do Grito dos Excluídos deste ano. A marcha foi pacífica e não houve incidentes. Em alguns momentos, os participantes gritaram palavras de ordem contra o governo Temer.

Belo Horizonte

O ato do Grito dos Excluídos no centro de Belo Horizonte converteu-se em um protesto contra o governo de Michel Temer. Contrários ao processo que levou ao afastamento definitivo da presidenta Dilma Rousseff, eles pediam a convocação de eleições diretas.

A organização estimou em 10 mil pessoas o número de participantes no ato. A Polícia Militar informou que não faz estimativa de participantes.

Porto Alegre

A marcha do Grito dos Excluídos na capital gaúcha partiu da sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), que estava ocupada por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Após o protesto, o grupo desmobilizou a ocupação, que ocorria também no Ministério da Fazenda.

A maioria dos participantes era composta por integrantes do MST. Havia ainda membros da Central Única dos Trabalhadores (CUT), movimentos negros, feministas e LGBT. Representantes dos bancários, em greve nacional desde ontem (6), também acompanharam a caminhada.

Salvador

Na capital baiana, o protesto teve participação de representantes de movimentos sociais e religiosos e de centrais sindicais. Durante a passeata, em tom crítico, líderes e coordenadores do Grito dos Excluídos manifestaram-se em um carro de som contra o atual governo e a situação social e política do Brasil.

Segundo os organizadores, mais de 15 mil pessoas participaram do ato de hoje. A Polícia Militar não divulgou estimativa do número de participantes.

Recife

No Recife, o Grito dos Excluídos também uniu a tradicional pauta de demandas por direitos sociais, respeito aos direitos humanos e reformas estruturais ao pedido pela saída do presidente Michel Temer do poder. O grupo criticou, ainda, mudanças defendidas publicamente pelo governo Temer.