quarta-feira, 4 de março de 2015

HISTÓRIAS DA MINHA GARANHUNS - A LENDA DA MULHER DA MADRUGADA



Nelson Paes Macêdo - 02/10/1976

A mulher da madrugada, figura espiritual que vem atravessando muitos anos, tendo sua presença sido vista em fins do século passado quando decerto assustou os nossos avós, os habitantes da terra do Magano naquela época. Neste período em que vive a nossa geração ela prossegue na caminhada pelas avenidas, ruas e praças da nossa terra. Nunca foi vista nos bairros afastados. Prefere o centro e adjacências da Praça Jardim.

Seu Sales Vila Nova, (O Capitão sales da Guarda Nacional), era o fiscal-zelador do mercado de carne, o açougue antigo, no prédio construído há quase 100 anos por José leal. O seu trabalho começava todos os dias em plena madrugada. Naquele dia ele acordou mais cedo. Era madrugada que antecedia ao sábado. Tinha que organizar os bancos e tarimbas para receber a carne que seria vendida na feira. Três horas e meia da madrugada. A lua grande iluminando a cidade adormecida, passeava no céu escuro, parecendo um guarda noturno com uma lanterna acesa.

A árvore da foto era conhecida como "Pau da Mentira"

Lá vem seu sales abrir o mercado. Vem assobiando como se fosse um pescador chamando o vento. Quando se aproximou do local onde hoje fica o Cinema Jardim, avistou debaixo de uma árvore, uma bonita mulher vestida à moda antiga. Passou em frente onde ela estava. Parou. Ela perguntou: Que horas são? "Três e meia da madrugada". O diálogo findou. Ele prosseguiu em direção ao mercado. parou três vezes e olhou para trás. Fez um sinal, um convite. Palavras são trocadas. O convite é feito. Ela aceitou. Entrou no velho edifício do século passado. Seu Sales fechou a porta, e, para sua grande surpresa a mulher havia desaparecido. Procura aqui, procura ali, vasculha todo o salão, revira bancas, acende um candeeiro, e nada... a mulher misteriosa desapareceu.
Capitão da Guarda Nacional, Sales
Vila Nova
Seu sales, homem dotado de extraordinária coragem para enfrentar os acontecimentos da vida real, treme naquela hora, diante do sobrenatural. Abre a porta, fica na calçada e respira satisfeito com a chegada dos primeiros "marchantes", que  conduzem para o açougue a carne de bois, porcos e bodes, carnes tão diferentes daquela sensual e misteriosa, que estivera com ele há poucos minutos.

Você, que altas horas da noite percorre as ruas da cidade adormecida, principalmente a Praça Jardim, Rua Dr. José Mariano, Praça Souto Filho e adjacências, (locais preferidos) se encontrar uma linda mulher, bela e fascinante, tenha calma, não avance o sinal, pode ser que seja ela "A MULHER DA MADRUGADA".
(Fonte: Jornal "O Monitor").

PRODUÇÃO INDUSTRIAL FECHA JANEIRO EM ALTA DE 2%

A produção industrial brasileira cresceu 2% em janeiro deste ano na comparação com dezembro de 2014. O avanço interrompeu a sequência de dois meses consecutivos de queda no resultado: -3,2% em dezembro e -1,1% em novembro, na série livre de influência sazonal.

Os dados da Pesquisa Industrial Mensal (PIM) foram divulgados hoje (4) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e, apesar da recuperação em janeiro, a taxa acumulada nos últimos 12 meses (indicador anualizado) continua negativa (-3,5%), mantendo a trajetória de queda iniciada em março de 2014 (-2%) e assinalou o resultado negativo mais intenso desde janeiro de 2010 (-4,8%).

A queda acumulada de novembro a dezembro de 2014 ficou em 4,3% e ainda encontra-se 8,9% abaixo do nível recorde alcançado em junho de 2013. Na série sem ajuste sazonal, na comparação com janeiro do ano passado, a produção industrial apontou redução de 5,2% em janeiro de 2015, a 11ª taxa negativa consecutiva nesse tipo de comparação.
(Fonte: Agência Brasil)

PROGRAMAÇÃO DO "DIA DE GARANHUNS"

Carta Régia de 10 de março de 1811, manuscrita pelo Príncipe Regente D. João VI, que  elevou Garanhuns à categoria de Vila. (Município na época).
Fonte da Carta: Arquivo do Museu do Tombo de Portugal.

(1811 - 2015) GARANHUNS 204 ANOS. 


07 DE MARÇO (Sábado)

20h – Sessão Solene na Câmara de Vereadores de Garanhuns "Casa Raimundo de Moraes" – Dia de Garanhuns e Dia Internacional da Mulher

O8 DE MARÇO (Domingo)

Palácio Celso Galvão

07h – Saída Caminhada – Caminhantes no Parque – Roteiro: Parque Euclides Dourado em direção ao Palácio Celso Galvão.

08h – Hasteamento dos Pavilhões Oficiais
Participação da Banda do 71º BIMTZ
Corte do Bolo pelos 204 anos de Garanhuns.

09h – Caminhada Caminhantes no Parque – Saindo do Palácio Celso Galvão em cortejo junto com a Banda Marcial da Escola Gabriela Mistral de volta ao Parque Euclides Dourado.

Parque Euclides Dourado

09h30 – Inauguração do Planetário Dr. Mauro de Souza Lima.

Igreja Presbiteriana Central

10h30 – Culto de Agradecimento -  Dia de Garanhuns - 204 anos  

Parque Euclides Dourado

14h às 17h - 1º Encontro de Bandas e Fanfarras das Escolas Municipais de Garanhuns

Catedral de Santo Antônio

19h30 – Missa de Ação de Graças pelo Dia de Garanhuns – 204 anos

10 DE MARÇO (Terça)

06h – Fogos  

Sede do Instituto Histórico, Geográfico e Cultural de Garanhuns (IHGCG),
 o novo Guardião de História de Garanhuns.

Instituto Histórico, Geográfico e Cultural de Garanhuns – IHGCG - Praça Dom Moura, 44 - Centro.

19h – Exposição Celso Galvão 

Sandoval Ferreira – Poetas Mochileiros

Palestra “Simoa Gomes de Azevedo: A Mulher e o Mito” ministrada por Igor Cardoso – Historiador do Centro de Estudos e História Municipal e um dos Fundadores do IHGCG.

Lançamento do Livro “República” - PROF. Cláudio Gonçalves – Presidente do IHGCG
(Fonte: Secom-PMG)

PAPA FRANCISCO ADVERTE QUE ABANDONAR IDOSOS É "PECADO MORTAL"

Para o papa, "os idosos são abandonados não só em condições materiais precárias, mas também enfrentam numerosas dificuldades para sobreviver em uma sociedade que não quer a sua participação".

Francisco disse ainda que, graças ao progresso da medicina, "a vida humana aumentou, mas o coração não cresceu".

Ele denunciou a sociedade atual, referindo-se mais uma vez à "cultura do descartável", que abandona os idosos. Muitos deles, acrescentou, "vivem com angústia essa situação de abandono".

"Os idosos são homens e mulheres, pais e mães, que estiveram antes de nós no nosso caminho, na mesma casa, na nossa batalha cotidiana por uma vida boa. Homens e mulheres de quem recebemos muito", destacou.

"O idoso não é um ser estranho, o idoso somos nós. Dentro de muito ou pouco tempo, é inevitável. Se não aprendermos a tratar bem os idosos, assim seremos tratados", afirmou.

Segundo o papa, uma sociedade "sem proximidade é perversa" e a Igreja não pode tolerar essa sociedade.

terça-feira, 3 de março de 2015

HISTÓRIAS DA MINHA GARANHUNS - O CID'S BAR E A FUGA DA SOLIDÃO


Garanhuns década de 60 - Encontro no Cid's Bar - Av. Santo Antônio esquina com 13 de maio - por trás em pé da esquerda para direita: João Truaca, Cilindro, Aluisio Rocha, Zezé Cavalcante, Djalma, Diva, Alcides do do Cid's Bar. Na frente da esquerda para direita: João Reinaux, Antonio Carlos, Bamba com o menino, Saguin(Francisco), Antonio Elias, Eudes Capitó, Zezito zacarias(Matuto), Chico Veneno, Inaldo Bico Doce, Gercino Nogeuira, Antonio Maciel.

Ailton Guerra - 04/12/1976


No retangular Cid's Bar, inserido no contexto das Barmácias garanhuenses, vejo através do vidro da pipoqueira Diva, as pessoas que passam neste sábado urbano da Cidade das Flores.

A multiplicidade das faces faz com que eu não me sinta como uma ilha.

O aceno de mão, o como vai e o sorriso levam parte dessa minha interior solidão patológica. Peço uma sukita enquanto aguardo a chegada das costumeiras falas.

Não pedindo para nascer nem sabendo quando vai morrer o ser humano é, segundo o filósofo Erich Fromm, um eterno solitário.

Sendo assim, o óbvio ululante me  conduz à uma solução tampão, qual seja, repartir através do conhecer gente, esse exíguo espaço de tempo que me espera da terra que a Reforma Agrária já me presenteou desde os tempos idos, o cemitério.

As costumeiras falas, tornam-se uma necessidade que se impõe neste atual mundo cibernético, antes que os computadores comecem a trocar ideias falas sobre futebol, política, mulher, música e outras coisas mais o que seria terrível pois, fatalmente seríamos programados para ficarmos mudos.

Urge pois, que as costumeiras falas corram ao Cid's Bar, pois já pedi ao eficiente Lima uma sukita para acalmar minha ansiedade espera.

Como na novela fim tudo corre de acordo com o esperado; as  costumeiras falas, uma a uma vão chegando e ocupando seus lugares.

Humberto de Morais plebeu, jornalista crítico falando das soluções cosmopolitas, inimigo número um da palavra utopia. Dr. Eudes oposição na Câmara dos Vereadores, debatendo-se contra a influência espiritual do coronelismo nas eleições, já que a física, há muito tempo se  foi. Adelson do "O Monitor", me explica planos inovadores para a próxima edição. José Maria do Estado, declama Catulo e Zé da Luz diante da seleta platéia, enquanto ninguém ousa falar mal do verde "7 de Setembro". Gilvandir Luna Social, enquanto me fala de suas múltiplas atividades, espera que o pirata Rum Montila fuja do rótulo. Antônio "Universal", entre doses de cavalo preto e camarão me traz notícias de novos livros. Falcão do Banco do Brasil, elogia o lirismo de Chico Buarque ao mesmo tempo em que explica como conseguir cheque de ouro.

Clóvis Rosado, com suas doses de Camarão a todos escuta no seu silêncio sábio.

Entre essas e outras passageiras falas costumeiras, esqueço o tempo e as vezes, a minha obrigação feira fura o habitual horário deixando minha prole aflita.

Vem a despedida, um até logo ou as vezes um até amanhã.

Dirijo-me a registradora, onde D. Juracy mãe-pai proprietária explica a seus filhos que o trabalho dignifica as pessoas, enquanto vai guardando seus metais.

Já em plena Avenida Santo Antônio, o sol de quase dezembro me beija e o som da casa de disco do Vilela traz a voz do saudoso Milton carlos falando do não menos saudoso Café Nice do Rio de Janeiro.

Satisfeito, chego até esquecer o eterno solitário do mestre Fromm e a minha mente vem a ideia de que o Cid's Bar bem que poderia ser chamado do Café Nice da Cidade das Flores, se é já não existiu algum. Deixo aqui, ao estudioso Nelson Paes nas suas pesquisas garanhuenses, o pronunciamento da existência.

ATENÇÃO BÁSICA EM GARANHUNS RECEBE QUATRO NOVOS MÉDICOS

Buscando o aperfeiçoamento na área de Atenção Básica de Saúde em regiões prioritárias para o Sistema Único de Saúde (SUS), quatro novos médicos começaram a trabalhar hoje (03), no âmbito do Projeto Mais Médicos para o Brasil e do Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab), em Garanhuns. Os profissionais, que irão atuar em todas as especialidades, exercerão suas funções nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) Vila do Quartel, José Maria Dourado, Cohab II-I e Boa Vista III.

Os novos profissionais são recém-formados e serão acompanhados e avaliados por preceptores da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). A médica Mariana de Araújo fala sobre essa atuação no município. “Isso é uma oportunidade para nós, médicos, de estarmos mais próximos da população e lidando com doenças mais prevalentes na atualidade, possibilitando a prevenção destas, um tratamento adequado e posterior acompanhamento”, afirma a profissional.

A adesão aos programas tem a finalidade de aperfeiçoar médicos na Atenção Básica em Saúde e suprir a necessidade desses profissionais no município. “Com a chegada de mais quatro médicos em Garanhuns, será incentivada a ampliação da Estratégia de Saúde da Família (ESF), nas localidades de maior vulnerabilidade, e teremos uma maior cobertura de saúde da população, tentando diminuir uma carência no setor da saúde, que é nacional”, comenta o secretário de Saúde de Garanhuns, Arlindo Ramalho.

Os novos médicos, que terão uma carga horária de 40h semanais, são Aléssio Gianinni Cavalcanti Alves, de São José do Belmonte (PE), Michele Chalegre Viana, de Venturosa (PE), Mariana de Araújo Figueirêdo, de Garanhuns (PE) e Nathalia Caroline Pereira da Silva, de Garanhuns (PE).
(Fonte: Secom/PMG)

COM PRODUÇÃO DE PETRÓLEO EM ALTA, PETROBRAS SOBE 3%

As ações da Petrobras estão registrando alta de mais de 3% na sessão desta terça-feira, 3, da Bolsa de Valores de São Paulo. Das 68 ações negociadas no índice, 37 subiam, 27 caíam e quatro se mantinham inalteradas no horário.

As ações preferenciais da Petrobras –mais negociadas e sem direito a voto– subiam 3,29%, a R$ 9,71, às 10h39. Os papéis ordinários, com direito a voto, tinham alta de 3,44%, a R$ 9,60 no mesmo horário.

O Ibovespa, principal índice do mercado acionário brasileiro, tinha leve alta de 0,09%, a 51.066 pontos. O dólar era negociado às 11h15, com alta de 0,72%, a R$ 2,912, maior patamar desde 14 de setembro de 2004. No mesmo horário, o dólar comercial, usado no comércio exterior, tinha avanço de 0,58%, a R$ 2,912, maior valor desde 3 de setembro de 2004.

A Petrobras anunciou que espera obter US$ 13,7 bilhões (R$ 39 bilhões) com a venda de ativos no Brasil e no exterior. A cifra representa um aumento de 25% em relação ao teto da meta originalmente traçada -de US$ 11 bilhões (R$ 32 bilhões), valor estabelecido em fevereiro do ano passado no Plano de Negócios e Gestão para os anos de 2014 a 2018. O piso, na época, foi fixado em US$ 5 bilhões (R$ 14,5 bilhões).

Nesta terça-feira, a produção média de petróleo no Brasil somou 2,469 milhões de barris por dia (bpd) em janeiro, 20,3% superior ao mesmo mês de 2014 e 1,1% inferior a dezembro, segundo boletim da produção da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).
(Fonte: Portal 247)