sexta-feira, 4 de setembro de 2015

DOMINGUINHOS, FLÁVIO JOSÉ, JORGE DE ALTINHO E GENIVAL LACERDA CANTAM JUNTOS

            

ONU PEDE À UNIÃO EUROPEIA COTAS OBRIGATÓRIAS PARA DISTRIBUIR 200 MIL REFUGIADOS


O alto comissário das Nações Unidas para os refugiados, Antônio Guterres, apelou hoje (4) à União Europeia (UE) para a distribuição de pelo menos 200 mil refugiados, defendendo que todos os estados-membros deviam ter a obrigação de participar neste programa.

“É preciso um programa de reinstalação em massa, com a participação obrigatória de todos os estados-membros da União Europeia. Uma estimativa bastante preliminar parece indicar a necessidade de aumentar as oportunidades de reinstalação de até 200 mil lugares”, escreveu Antônio Guterres em comunicado.

“A Europa enfrenta o maior afluxo de refugiados em décadas", afirmou, ao destacar que "a situação requer um esforço conjunto enorme, impossível com a atual abordagem fragmentada" existente no âmbito da UE.

Mais de 300 mil pessoas atravessaram o Mediterrâneo desde o início do ano, e mais de 2.600 morreram no trajeto, de acordo com o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur).

"Após a chegada às costas e fronteiras da Europa, elas continuam a sua viagem para o caos", continuou Guterres, denunciando o tratamento indigno que os imigrantes recebem.

Ele explicou que se trata "principalmente de uma crise de refugiados, e não apenas um fenômeno de migração", porque a maioria das pessoas que chegam à Grécia é oriunda de países onde há conflitos como a Síria, o Iraque e Afeganistão.

O alto comissário acredita que a única maneira de resolver o problema é a implementação de uma "estratégia comum baseada na responsabilidade, solidariedade e confiança".

"Concretamente, isso significa tomar medidas urgentes e corajosas para estabilizar a situação e encontrar uma maneira de compartilhar verdadeiramente a responsabilidade, a médio e longo prazo", adiantou.

"A UE deve estar pronta com o consentimento e apoio dos governos em questão – principalmente na Grécia e na Hungria, mas também na Itália – para a criação de capacidade de acolhimento e de registo de pessoas", defendeu. Guterres também lembrou que os migrantes que não têm nenhuma razão para ficar na Europa devem ser devolvidos aos seus países de origem.

Num contexto de crescente tensão entre os europeus, a Alemanha e a França lançaram na quinta-feira uma iniciativa conjunta para "organizar o acolhimento dos refugiados e uma distribuição equitativa na Europa" dessas famílias, que fogem sobretudo da guerra na Síria.

Embora o presidente François Hollande não tenha usado a expressão utilizada pela chanceler Angela Merkel de "cotas obrigatórias", aceitou a ideia de um "mecanismo permanente e vinculativo".

Na quinta-feira, o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, apelou aos estados-membros da UE para aceitar pelo menos 100 mil refugiados, de modo a aliviar a pressão nos países da chamada “linha da frente”.

Também na quinta-feira, fontes comunitárias revelaram que o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, vai apresentar medidas de resposta à situação causada pela chegada de refugiados na próxima quarta-feira, durante o discurso sobre o estado da União.

A Comissão Europeia vai também pedir que os estados-membros dividam entre si os 120 mil refugiados que se encontram na Hungria, Grécia e Itália.

O plano do Executivo comunitário, que ainda é uma proposta sujeita a mudanças, sugere que esses 120 mil refugiados sejam acrescentados aos 32.256 que os estados-membros da UE já tinham se comprometido a acolher em julho.

Em relação a uma proposta anterior, a nova versão beneficia a Hungria, país que muitos refugiados pretendem cruzar para realizar o objetivo de chegar à Alemanha, para além da Grécia e Itália, os Estados mais afetados pela situação.

O plano da comissão vai ser examinado na sexta-feira pelos chefes dos governos checo, eslovaco, polaco e húngaro, que integram o designado Grupo de Visegrado, durante uma reunião em Praga, para acordar uma posição comum contrária às cotas obrigatórias na distribuição dos refugiados que chegam à UE.
Fonte: Portal Agência Brasil.

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

VIII CONCURSO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL TEM INSCRIÇÕES ABERTAS


A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) e o Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente de Garanhuns (Codema) abriram inscrições para o VIII Concurso Escolar de Educação Ambiental (CEEA). A iniciativa, como nas edições anteriores, tem o objetivo de reconhecer trabalhos de estudantes das escolas públicas e privadas do município sobre a preservação da natureza. Os regulamentos das modalidades estarão disponíveis ainda hoje (03) no portal da Prefeitura de Garanhuns: www.garanhuns.pe.gov.br. As inscrições seguem até o dia 02 de outubro.

O desenvolvimento urbano, sem planejamento; a perda da biodiversidade, alterações climáticas, e as possíveis saídas para minimização desses problemas são algumas das temáticas abordadas no concurso. “O trabalho de instrução e educação ambiental precisa ser contínuo. É que preciso que toda a população se envolva na causa, mudando pequenas atitudes de sua rotina, assim alcançaremos resultados mais satisfatórios e sofreremos menos impactos ambientais”, destaca o secretário municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos e vice-presidente do Codema, Renato Mattos.

Entre as modalidades, os participantes do 1º ao 5º ano podem elaborar desenhos e redação. Já os alunos do 6º ao 9º ano poderão criar um cordel ou uma redação. Os alunos do ensino médio concorrem com a criação, também, de cordéis e redação. As escolas poderão participar com a criação de um projeto de educação ambiental. De acordo com os regulamentos da organização, os concorrentes, tanto do ensino fundamental quanto do ensino médio, têm ainda a opção de fazerem uma paródia – também em tema ambiental.

A Secretaria de Educação e Esportes (Seduce), Secretaria de Cultura (Secult) e a ONG Econordeste são parceiras na execução das etapas do CEEA. Ao final do concurso, além do reconhecimento na divulgação dos projetos, certificados de participação e de classificação, os vencedores receberão premiações simbólicas, que serão entregues no dia 31 de outubro e os três primeiros lugares de cada modalidade participarão de uma excursão para um hotel fazenda.

Para o presidente do Codema, Luís Sebastião, a viagem, para os vencedores, é uma forma lúdica de premiação, mas que também permite uma convivência com o ambiente natural e com os demais premiados. “Um momento como esse também serve como forma de educação ambiental e interação humana. Esperamos mais um ano de expectativas superados e mobilização total de nossas instituições”, comenta.

Confira, abaixo, o cronograma da realização das atividades:

Atividade/Período/Data/Local
- Provas das modalidades: 17 de outubro de 2015 – Colégio Municipal Letácio Brito Pessoa
- Apresentação das paródias: 24 de outubro de 2015 – Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti
- Premiação de todas as modalidades: 31 de outubro de 2015 – Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti
Fonte: Secom/PMG 

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

COLÉGIO DIOCESANO DO MEU TEMPO

Ivo Tinô do Amaral


Ivo Tinô do Amaral.
Sem qualquer crise existencial de meu tempo, sinto imensa saudade do passado. Se pudesse trazê-lo de volta, eu faria tudo outra vez, tim-tim por tim-tim. E, como os  que tiveram a sorte e o privilégio de pertencer à minha geração, vivendo na cidade de Garanhuns e estudando no Colégio Diocesano, teria que ter participação marcante, sem o que esse mesmo passado não faria, hoje, o menor sentido.

Que graça teriam os meus cinco anos de internato, vividos entre 1946 e 1951, sem as aulas de civilidade do Padre Adelmar e sem os petiscos e a benevolência de dona Alódia, responsável pela alimentação dos internos? Sem abnegação das demais irmãs Valença, Anita, Almira e Arlinda? Sem as professoras Elzira Pernambuco, Luzinette Laporte e Isaura Medeiros, os Drs. Mário e Maurílio Matos, Dom Gerardo Wanderlei, Padre Edgar Carício (o Padre Caramba), que foi Bispo de Jequié na Bahia, Manoel Vieira dos Anjos (o Tiquim), Manoel Lustosa, Padre Tarcísio Falcão com jeito bonachão e sempre pronto para um cochilo em suas famosas aulas de Civilidade do Padre Adelmar! Infelizmente, alguns destes nossos amigos preceptores não se encontram mais conosco, estando, talvez, quem sabe, prestando os seus valiosos serviços em uma outra dimensão, mais elevada, ao lado do nosso Criador.
Mons. Adelmar e Ivo Amaral entre amigos,
ano de 1979.

O Diocesano do meu tempo não seria o mesmo sem a presença de um Luiz Gonzaga de Oliveira Lima, aluno inteligente e gozador. Quando cursávamos o 4 ano ginasial, fomos submetidos a uma prova de latim - assunto ministrado pelo justo Padre Edgar -, em relação à qual, ninguém sabia bem a matéria. O nosso Luiz Gonzaga antecipou-se, fez a sua prova, entregou-a e, mui gentilmente, se dispôs, acintosamente, ante os olhares indiferentes do Padre, ajudar os demais colegas. No dia da entrega dos resultados, somente ele tirou 10, enquanto todo o resto da classe recebeu zero!, Ainda bem, para ele e para nós, que o Luiz passou 8 dias sem ir ao colégio, com medo de uma represália!...

Todos do meu tempo no Diocesano recordam de Amauri de Siqueira Medeiros (orador da minha turma), hoje médico e professor da Universidade de Pernambuco; Zireli de Oliveira Valença, também médico e professor da Universidade Federal de Alagoas (atleta e líder de classe); Edval Monteiro (o sulipa) hoje procurador aposentado do Estado de Pernambuco; Pedro Ribeiro (o Pedro Chi-Chi), advogado militante, não sabendo eu, exatamente, até hoje, a origem do Chi-Chi: Manoel sales Santana (Mané calça larga); Luciano Faelante Casales, hoje General do Exército Brasileiro; e Cícero de Moraes (o Cicero Manequim), o primeiro apresentador do NE TV, da  Rede Globo Nordeste. Eram tantos os bons colegas e contemporâneos, que seria para mim impossível enumerá-los todos sem cometer alguma injustiça, em caso de omissão. A eles, eu muito devo e, por causa deles, jamais poderei esquecer e deixar de recordar a beleza "daqueles tempos que não voltam mais".

Cheguei em Garanhuns no ano de 1946, vindo da Fazenda Salobro, pertencente ao então distrito de Lajedo, trazido pelo meu pai, Ismael Tinô, e pelo meu tio, Dom João da Mata Amaral, naquela época Bispo do Amazonas.

Com certeza, não seria o homem feliz que sou, sem o Gigante  da Praça da Bandeira, desta encantadora e importante cidade de Garanhuns, que tive a honra e o privilégio de governar por 2 vezes. Ao padre Adelmar da Mota Valença, cuja história se confunde com a própria história do Colégio, o qual esteve sob sua direção por 44 anos, temos, seus ex-alunos que render as nossas  mais sinceras homenagens.(Ivo Tinô do Amaral foi Vereador, 2 vezes Prefeito de Garanhuns e Deputado Estadual também por 2 legislaturas).
Fonte da Pesquisa: Livro "Colégio Diocesano de Garanhuns  Cem Anos de Ciência e Fé", do Escritor, Professor e Jornalista Manoel Teixeira Neto - 3ª Edição - Ampliada - 2015.

NÚMERO DE MICROEMPREENDEDORES INDIVIDUAIS CRESCE 24% EM GARANHUNS


De acordo com dados levantados pela Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), em relação à adesão ao programa do Governo Federal, o Microempreendedor Individual (MEI), o número de microempreendedores na cidade passou de 2.350, em 2014, para 2.915 até o momento. Um aumento superior a 24%, que mostra um perfil de garanhuenses interessados em abrir e formalizar o seu próprio negócio.

O MEI José Carlos Carvalho de Araújo (foto), de 50 anos de idade, trabalha no ramo de importados desde 1998 e se formalizou no ano de 2013. O microempreendedor conta que, desde então, passou a ter maiores benefícios com a adesão. “Depois que me formalizei, passei a comprar e vender com notas fiscais e, contribuindo com o INSS, posso ter direito a minha aposentadoria no futuro”, registra o comerciante do Pop Shop.

Microempreendedor Individual (MEI) - é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário. Para ser um microempreendedor individual, é necessário faturar no máximo até R$ 5 mil ao mês ou até R$ 60 mil por ano e não ter participação em outra empresa como sócio ou titular. O microempresário pode ter até um empregado contratado que receba o salário mínimo ou o piso da categoria. O microempreendedor individual, além de ter seu registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), o mesmo tem acesso a benefícios como auxílio maternidade, auxílio doença e aposentadoria.

Os interessados em aderir ao MEI devem procurar a sede da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, das 8h às 14h, - localizada na rua Treze de Maio, nº 34, centro -, ou se dirigir à sede do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), na avenida Rui Barbosa, nº 671, bairro Heliópolis. A inscrição é gratuita.
 Fonte: Secom/PMG

PRODUÇÃO NO PRÉ-SAL ULTRAPASSA 1 MILHÃO DE BARRIS DE PETRÓLEO POR DIA


Em julho, a produção do pré-sal, oriunda de 54 poços, foi de 812,1 mil barris por dia de petróleo e 30,5 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d) de gás natural, totalizando pouco mais de 1milhão de barris de óleo equivalente por dia. Houve aumento de 8,4% em relação ao mês anterior, informou a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP).

Já a produção total de petróleo e gás natural no país, no mês passado, ficou em cerca de 3,066 milhões de barris de óleo equivalente (boe) por dia, dos quais 2,466 milhões de barris diários de petróleo e 95,3 milhões de m³ de gás natural. Na comparação com o mesmo mês de 2014, houve aumento de 8,8% na produção de petróleo e de 2,9% em relação ao mês anterior. A produção de gás natural aumentou 8,5%, se comparada à de julho de 2014, e caiu 0,2% frente ao mês anterior.

O Campo de Roncador, na Bacia de Campos, registrou a maior produção de petróleo, com uma média de 371,3 mil barris por dia, e o Campo de Lula, na Bacia de Santos, foi o maior produtor de gás natural, com média de 14,3 milhões de m³ por dia.

A P-52, localizada no Campo de Roncador, produziu, em 17 poços a ela interligados, cerca de 161,2 mil barris de óleo equivalente por dia e foi a plataforma com maior produção.

Os campos cujos contratos são de acumulações marginais produziram um total de 66,5 barris diários de petróleo e 23,8 mil m³ de gás natural. O Campo Bom Lugar, operado pela Alvopetro, foi o maior produtor de petróleo, com 27 barris por dia, e Morro do Barro, operado pela Panergy, foi o que mais produziu gás natural, com 22,9 metros cúbicos por dia.
Fonte: Agência Brasil.

terça-feira, 1 de setembro de 2015

GARANHUNS FOI CONVIDADA PARA PARTICIPAR COMO CIDADE ROTA DO REVEZAMENTO DA TOCHA OLÍMPICA


O município de Garanhuns foi convidado formalmente para participar como cidade rota do revezamento da tocha olímpica, pelas Olimpíadas Rio 2016. O convite foi realizado na manhã desta terça-feira (01) durante uma reunião no gabinete do Prefeito Izaías Régis, no Palácio Celso Galvão.

Além do gestor participaram da reunião as secretárias de turismo, educação e comunicação social Gerlane Melo, Janecélia Marins e Jacqueline Menezes, respectivamente, além do secretário de articulações políticas e governo Wanderley Lopes, o diretor de trânsito Elielson Pereira e os gerentes regionais do evento do revezamento da tocha olímpica, Rian Maia e Filippo Faria.

“Ficamos muito felizes em receber esse convite. Garanhuns é uma cidade que tem grandes atletas e participar de um evento desse porte será mais uma oportunidade de apresentar Garanhuns para todo País”, comentou Régis.

Cada cidade poderá ter dez condutores para percorrer a rota em que a tocha olímpica irá percorrer. Para participar, como condutor, qualquer pessoa pode se candidatar, basta escrever sua história e mandar para os links dos patrocinadores oficiais do evento (relacionados abaixo). Histórias que mostrem superação e representem o nosso calor humano.

De acordo com Rian Maia a chama olímpica irá se encontrar com o calor humano brasileiro. “É esse calor humano que vai abastecer a energia do revezamento”, disse Rian.

Os interessados em participar do evento como condutores da tocha olímpica devem se inscrever pelos seguintes endereços:


Rio 2016

As Olimpíadas Rio 2016 ocorrerá entre os dias 5 e 21 de agosto de 2016, e as Paralimpíadas serão entre 7 e 18 de setembro do mesmo ano. O local de abertura e encerramento será no Estádio do Maracanã. Serão disputadas 28 modalidades, duas a mais em relação aos Jogos Olímpicos de Verão de 2012.
 Fonte: Secom/PMG.