III BIENAL INTERNACIONAL DO LIVRO DO AGRESTE

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Garanhuns (PE): Um Patrimônio do Jornal "O Monitor" - Genivaldo Rodrigues de Melo

Genivaldo Rodrigues de Melo.


Por Cláudio Gonçalves de Lima

Genivaldo Rodrigues de Melo, em sua simplicidade, guarda a história de uma época áurea do jornalismo garanhuense, período em que trabalhou no antigo Jornal O Monitor, ao lado de grandes jornalistas da nossa Terra de Simôa.

Genivaldo Rodrigues, nasceu em Garanhuns no dia 28 de setembro de 1962, filho do Jornalista e escritor José Rodrigues da Silva e Neuza Bezerra de Melo. Por influência do seu progenitor, o saudoso José Rodrigues, começou a trabalhar no Jornal O Monitor no dia 28 de novembro de 1978. Gradualmente foi exercendo várias funções naquele conceituado jornal, iniciou como chapista, sendo responsável pela confecção de formulários, talões, convites, livros, revistas e literaturas de cordéis. 

Depois passou a ser o impressor do jornal, imprimindo todos os impressos comerciais e da Prefeitura de Garanhuns. Se destacando cada vez mais na equipe, logo ascendeu a função de paginador, montando as páginas dos jornais, onde distribuía todas as matérias. O seu trabalho de chapista e paginador foi além de uma profissão, mas uma arte, que lhe exigia, paciência, habilidade e criatividade, devido a montagem das letras para confecção das páginas. 
Jornalista e Escritor José
Rodrigues da Silva de 

saudosa memória.
Conta-nos Genivaldo Rodrigues, que o Jornal O Monitor, contribuiu de forma significativa para a divulgação da cultura, política, economia, utilidade pública e servidores municipais, pois também exercia o papel de Diário Oficial, publicando as deliberações do governo municipal. O Jornal O Monitor de grande aceitação em toda a região, chegou a ter assinantes em diversos Estados brasileiros e também de países da América do Sul, como o Paraguai, Uruguai, Bolívia e em Portugal na Europa.

O Jornal O Monitor ganhou credibilidade com a sociedade, sendo o seu diferencial o jornalismo sério, responsável e dinâmico, contando com jornalistas históricos, Rossini Moura, Humberto de Morais, Ulisses Pinto, Ivonita Guerra, Luzinete Laporte, Gilvandi de Luna, José Francisco de Souza, Lúcio Mauro, Antônio Edson, Hildeberto Martins, o seu progenitor José Rodrigues da Silva, entre outros, que faziam um jornalismo compromissado com a veracidade dos fatos, além de edições de crônicas, poesias e textos históricos que marcaram época no jornalismo garanhuense. 

Genivaldo Rodrigues conta-nos que dois fatos lhe marcaram e que ocuparam as primeiras páginas do jornal, foram a explosão das barracas no Colunata, em 05 de junho de 1980 e o assalto ao Banco do Brasil. 
Atualmente, o dedicado funcionário Genivaldo Rodrigues de Melo, permanece no quadro de funcionários do município de Garanhuns, trabalhando na antiga gráfica municipal, completados até o momento 38 anos e 4 meses de serviços prestados com dignidade ao município de Garanhuns. 

Casado com Cristiane Morais de Melo, formam a sua prole: Geisa Maria de Melo, Geison Jeferson de Melo, Geise Jessica de Melo e a caçula Maria Thainá Morais de Melo. Sendo seus netos, Jonathan, Júlia e Giovana.

Aqueles que foram leitores e admiradores do Jornal O Monitor, passam agora a conhecer um pouco da vida desse devotado funcionário que esteve por trás das páginas do nosso O Monitor, mas que foi essencial para a sua história 

Assim defini Genivaldo Rodrigues em palavras O Jornal O Monitor: “Um Jornal autêntico, histórico e verdadeiro”.

Novos professores efetivos do Agreste Meridional recebem as boas-vindas da GRE

Professores recém-concursados da rede estadual tiveram uma manhã dedicada às boas-vindas e orientações iniciais para a função, promovida pela GRE do Agreste Meridional, na última quinta-feira, (18). Os cerca de 120 novos educadores efetivos da região foram recepcionados pela gerente da GRE, Adelma Elias, pelos cinco Coordenadores Gerais e técnicos que atuam na sede da Gerência Regional.

Adelma Elias iniciou as boas-vindas e apresentou aos novos integrantes da rede as principais políticas públicas em educação desenvolvidas pelo Governo do Estado e os impactos que elas vêm trazendo na melhoria da qualidade do ensino no Agreste Meridional e demais regiões de desenvolvimento. A seguir, cada Coordenação Geral teve espaço para demonstrar o trabalho que desenvolve no apoio às atividades escolares e a relação entre as atribuições dos setores e a atuação docente.

Por meio da proposta, os professores ficaram informados sobre a legislação educacional vigente; a política de formações continuadas; a existência e utilização dos documentos norteadores do currículo, com ênfase nos Parâmetros Curriculares para Educação Básica de Pernambuco; as concepções de avaliação adotadas pela rede estadual; a sistemática de monitoramento em gestão escolar; utilização do Sistema de Informações Educacionais da Educação de Pernambuco (SIEPE); e os procedimentos administrativos disponíveis aos servidores estaduais ao longo da vida funcional.

A partir do último concurso, foram nomeados no Agreste Meridional um brailista e quatro intérprete de Libras para atender a Educação Especial; quatro professores de Educação Física, dois de Física, 36 de Língua Portuguesa, 57 de Matemática e 10 de Química para cobrir a base comum; e dois professores de Desenvolvimento de Sistemas e um de Rede de Computadores para atuar no ensino técnico e profissionalizante. Eles já estão devidamente localizados e em exercícios nas escolas estaduais da região.

Fonte: http://gre-garanhuns.blogspot.com.br/2017/05/novos-professores-efetivos-do-agreste.html

Há 38 anos no Agreste: Folclore Político - Senador sem Voto

Senador Aderbal Jurema.
Centro de Garanhuns, capital do Agreste Meridional. Fevereiro de 1979. A Cidade das Flores comemora seu centenário de emancipação. O prefeito Ivo Amaral organiza uma semana de festas, incluindo shows com  grandes nomes da música brasileira, como  Luiz Gonzaga e Dominguinhos. Como bom católico, Ivo Amaral manda celebrar missa no dia 4 de fevereiro, data de encerramento dos festejos. E convida o senador biônico Aderbal Jurema para assistir à missa, programada para as 8 horas. O bispo Tiago Postman, que continua no município, sempre foi conhecido pela sua pontualidade.

São 7h50 e nada do senador e sua mulher Ivete aparecerem na casa do prefeito para ir à Catedral de Santo Antônio, como tinham acertado. Ivo resolveu não esperar mais e decide ir para a Catedral. Dez minutos após o início da missa aparecem o senador e sua mulher.

- O que houve senador? - perguntou Ivo Amaral.

- Eu tive muito azar para chegar até aqui, pois a Avenida Santo Antônio estava ocupada pelo povo. Eu ainda tentei pedir para passar, dizendo que era o senador Aderbal Jurema, mas ninguém parece ter levado a sério. Ninguém me reconheceu. Parece até que o povo só conhece o outro senador, o Nilo Coelho - falou o senador. Aí dona Ivete interveio:

- Aderbal, o povo conhece Nilo Coelho porque votou nele. Você é senador biônico.

Fonte: Livro Folclore Político "Do Chinês no Palanque ao Pequinês das Princesas", de Carlos Cavalcante e Jaques Cerqueira - Editora Comunicarte.

Lei estadual reconhece humor do Ceará como patrimônio imaterial

Jaleco do professor Raimundo, personagem criado e interpretado pelo humorista Chico Anysio. Edwirges Nogueira/Agência Brasil.




Chico Anysio, Renato Aragão e Tom Cavalcante têm em comum o fato de serem humoristas consagrados no Brasil. Não por acaso, os três são nascidos no Ceará, estado onde o humor, por meio de lei estadual sancionada semana passada, passou a ser considerado um bem cultural de natureza imaterial.

A esse trio de artistas, segue uma lista extensa de outros nomes do humor cearense, entre eles Falcão, Tiririca, Rossicléa, Adamastor Pitaco e, mais recentemente, Edmilson Filho, que ficou nacionalmente conhecido nos últimos anos ao protagonizar os filmes Cine Holliúdy (2012) e Shaolin do Sertão (2016).

A história antiga e recente do humor estão expostas de diversas formas no Museu do Humor, localizado em Fortaleza. “Este é um museu vivo, pois está sempre se renovando. A história do humor nunca acaba”, disse o historiador e humorista Jader Soares, que interpreta o personagem Zebrinha. No escritório do museu, estão peças utilizadas em Cine Holliúdy 2, que só serão expostas após o lançamento do filme.

Origem do humor

De sua autoria, o livro Paula Nei: o primeiro humorista brasileiro (2015) afirma que este cearense, natural de Aracati, foi a primeira pessoa a fazer humor no país, especialmente no Rio de Janeiro, para onde se mudou aos 17 anos.

Um dos notórios causos contados no livro revela que Nei, então estudante de medicina, respondia uma prova de anatomia. O professor, já sabendo que as respostas não teriam nada a ver com o conteúdo correto, perguntou: “Diga-me, ao menos, senhor Nei, quantos ossos têm o crânio de um homem?” O estudante respondeu: “Não me recordo, professor, mas tenho-os todos aqui na cabeça.”

Logo na entrada do museu, uma representação da Praça do Ferreira, com seus bancos, a Coluna da Hora e o Cajueiro da Mentira (que já não existe mais) informam que lá foi um centro efervescente de humor e cultura no começo do século XX.

Há também o desenho de um sol alaranjado que reconta o dia em que o povo vaiou a grande estrela, decepcionados com a falta de chuva. O fato ocorreu em 1942 e foi repercutido em 2012, nos 70 anos da história, com um concurso promovido pelo museu, que oferecia um troféu àquele que desse a melhor vaia.

Há ainda uma réplica do bode Ioiô, um animal que passeava pela praça e era querido por todos – tanto que os escritores e boêmios que frequentavam o espaço resolveram tornar o bode candidato a vereador.

Seu cabo eleitoral era Quintino Cunha, outro precursor do humor cearense, que acolhia o animal em sua casa, no centro de Fortaleza. O bode Ioiô original, empalhado depois de morto, está exposto no Museu do Ceará.

Chico Anysio

Duas salas expõem a memória de Chico Anysio e de seus 209 personagens, em especial o Professor Raimundo. Uma das salas exibe o jaleco, a peruca e o bigode usado pelo artista nas gravações do programa Escolinha do Professor Raimundo. Em outra está exposta a urna funerária onde as cinzas de Chico foram transportadas.

“Chico Anysio dizia que, por conta do sofrimento, o humor era o jeito de o cearense extravasar. Não sei se é isso. Acho que o brasileiro, de forma geral, é muito alegre. O nordestino é muito gaiato e o cearense consegue colocar essa alegria no palco. Todo mundo conta piada no bar, mas, na hora de subir num palco para fazer isso, o cearense é quem melhor faz. Nós influenciamos outros estados”, afirmou Soares.

O Museu do Humor funciona de segunda a sábado, entre 13h e20h  e conta com um teatro, batizado de Chico Anysio. Semanalmente, nas noites de sexta-feira, o palco é tomado pelas apresentações de diferentes humoristas cearenses.

Fonte: http://agenciabrasil.ebc.com.br/cultura/

domingo, 21 de maio de 2017

Executiva Nacional do PSB apoia renúncia de Michel Temer e PEC para eleições diretas


A Executiva Nacional do PSB decidiu no dia de ontem (20), por unanimidade, apoiar a renúncia do presidente Michel Temer, “como forma de acelerar a solução da crise de governabilidade” instalada no país.

O colegiado também referendou a iniciativa do presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, que nesta semana subscreveu pedido de impeachment de Michel Temer, e ainda fechou questão em apoio a uma PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que prevê eleições diretas em caso de vacância do cargo de presidente da República.

“Sugerimos ao presidente, que, para facilitar a solução para o nosso país, ele renuncie o mais rápido possível”, disse Siqueira enquanto transcorria a reunião na sede nacional do partido.

“Somos favoráveis que a solução pós-vacância do cargo ocorra no mais estrito respeito à Constituição Federal e aos princípios democráticos, nos termos atuais ou nos que venham a ser modificados pelo Congresso Nacional para viabilizar, eventualmente, o que seria ideal, as eleições diretas para presidente da República”.

“Porque o povo precisa entrar em cena, porque a crise é muito grande e não é só do presidente, é de todo o sistema político que precisa ser renovado no processo eleitoral”, justificou.

O presidente reafirmou que o PSB “não indicou nem chancelou nomes” para cargos no governo Temer. Na última quinta-feira, Siqueira defendeu a entrega imediata do cargo ocupado pelo deputado federal Fernando Coelho Filho, titular do Ministério de Minas e Energia.

COMISSÃO EXECUTIVA NACIONAL 
RESOLUÇÃO POLÍTICA Nº 002/2017
O PSB FRENTE À CRISE POLÍTICA NACIONAL

O Brasil vivencia neste exato momento o ponto culminante de uma crise, que se iniciou em meados de 2013 e que representa seguramente um dos maiores desafios da história republicana. A escala do problema que se apresenta aos brasileiros pode ser medida pelo valor de uma única variável ̶ mais de 14 milhões de desempregados.

É essencialmente em favor da população, portanto, que as soluções para a crise devem ser encontradas e, é pensando nela, que agentes políticos e instituições partidárias devem se apresentar diante do país, com propostas objetivas, que tragam em si a marca da urgência de superarmos o flagelo de quase três anos de recessão, crise social e desemprego em massa.

Esta é a situação fática que se apresenta ao Presidente Michel Temer, tendo sido alcançado por um processo de investigação, cuja duração e amplitude não são facilmente determináveis.

A imensa tensão entre a urgência que aflige a população, em busca de melhoria de suas condições de vida, e a incerteza quanto à demora e resultados do julgamento que atingirá o Presidente da República ̶ que não podem ser dissipados a curto prazo ̶ lhe toma de forma irremediável as rédeas da governabilidade, fenômeno cuja natureza é estritamente político.

É inevitável, nestas circunstâncias, que o sistema político e a sociedade civil, até mesmo para preservar níveis mínimos de coesão, se ponham em busca de soluções, emergindo neste contexto o que seria a alternativa mais simples e natural, ou seja, a grandeza da renúncia, quando se caracteriza o esgotamento da governabilidade.

O Partido Socialista Brasileiro (PSB), por meio de sua Comissão Executiva Nacional, reconhecendo a gravidade da crise e sabedor de sua responsabilidade no encaminhamento de soluções para sua superação, DECIDIU POR UNANIMIDADE:

I. Defender a tese de que o Presidente Michel Temer deve apresentar sua renúncia, como forma de acelerar a solução da crise de governabilidade, já instalada.
II. Em não ocorrendo a renúncia ̶ que é ato personalíssimo ̶ , ou apresentando-se qualquer circunstância que interrompa seu mandato, pautar-se em sua atuação política, seja no parlamento, seja junto à sociedade civil, segundo o mais estrito respeito à Constituição Federal, sempre com o propósito de reconstruir uma nova governabilidade, em diálogo com as demais forças políticas e sociedade civil, de forma a criar as condições que permitam superar a crise atual e contribuir para a elaboração de um projeto duradouro de desenvolvimento. 
III. Apoiar a proposição de Emenda à Constituição (PEC), que contempla a realização de eleições diretas, compreendido aqui o fechamento de questão favorável à iniciativa legislativa, que dará aos parlamentares do Partido condições para atuar em sua defesa, com todos intrumentos próprios ao processo legislativo.
IV. Referendar a iniciativa do presidente nacional do Partido, que já subscreveu documento, em que é solicitado o impeachment do presidente Michel Temer.

Brasília-DF, 20 de maio de 2017

CARLOS SIQUEIRA
Presidente Nacional do Partido Socialista Brasileiro-PSB

Fonte: http://www.psb40.org.br/

Hack a City: Coordenadores nacionais vêm a Garanhuns promover evento na próxima segunda (22)


Garanhuns receberá na próxima segunda (22) e terça-feira (23) o vice-presidente, Cláudio Nascimento e o gestor de tecnologias cívicas, Francisco Fabiano, ambos da Rede Brasileira de Cidades Inteligentes (RBCIH) e coordenadores nacionais do Hack a City, evento internacional de tecnologia que será realizado no município de 02 a 04 de junho. Durante a visita, os representantes vão visitar instituições municipais com o objetivo de esclarecer dúvidas sobre a iniciativa realizada pela Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Gerência de Tecnologia da Informação, em parceria com a Prefeitura do Porto e entidades públicas e privadas.

Na segunda, às 19h, o primeiro local a ser visitado será a Autarquia Municipal de Ensino Superior de Garanhuns (Aesga); logo em seguida, será a vez da Universidade Federal Rural de Pernambuco – Unidade Acadêmica de Garanhuns (UFRPE – UAG), às 20h15. Já na terça-feira, a partir das 09h, o encontro é na Câmara Municipal de Garanhuns, de onde os organizadores seguem às 10h30, para apresentar o evento na Universidade de Pernambuco (UPE).

Hack a City - Criado em Portugal, em 2015, o Hack a City foi expandido internacionalmente em 2016 com a participação da Espanha, Holanda e Brasil. A entrada de Garanhuns neste circuito de cidades só foi possível este ano, numa articulação por intermédio da Rede Brasileira de Cidades Inteligentes e Humanas.

Aquilles Soares
Secom/PMG.

sábado, 20 de maio de 2017

PM apreende 67 bananas de dinamite com suspeitos de roubos a bancos no Sertão

Dois homens suspeitos de envolvimento com assaltos a bancos foram presos, na sexta-feira (19), em Salgueiro, no Sertão do Estado. Com a dupla, foram apreendidas 67 bananas de dinamite, mais de 40 delas prontas para serem usadas para detonação, além de outros materiais usados nos roubos. As informações foram divulgadas pela Polícia Militar (PM).

Os flagrantes ocorreram às 22h, começando pela casa de Isaquiel de Oliveira, 24 anos. Lá, policiais encontraram dois carros, um deles roubado, além da dinamite colocada em quatro artefatos para detonação, três canudos de espoleta, três cordéis detonantes, uma touca ninja, dois pares de luvas de pano, um carregador e oito cartuchos de fuzil calibre 7,62 mm e três celulares.

Nas diligências, ainda foi preso Luciano Leite da Silva, 25, apontado como um dos chefes da quadrilha. Todo o material e os envolvidos foram conduzidos à Delegacia de Salgueiro.

Fonte: http://www.folhape.com.br

Ordem dos Advogados do Brasil (OAB): 16 das 27 seccionais já apoiam Impeachment de Temer

Sobrevivência política de Michel Temer segue sendo reduzida a cada momento, depois que a o empresário Joesley Batista, da JBS, revelou provas do envolvimento de Temer com corrupção, associação criminosa e obstrução da Justiça. 

Na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), representações da entidade em pelo menos 16 estados já se posicionaram a favor do impeachment de Michel Temer. 

Neste sábado, 20, reunião do Conselho Federal da OAB vai decidir se vai ao Congresso com pedido formal de afastamento de Temer. O Plenário é formado por 81 conselheiros federais, três de cada Estado e do Distrito Federal.

Em 2016, a OAB seguiu o mesmo caminho no processo que culminou com o impeachment de Dilma. Na ocasião, o Conselho Federal da Ordem decidiu, por 26 votos a 2, aprovar o parecer do relator Érick Venâncio e apresentou à Câmara denúncia contra Dilma. 

O MAPA DO IMPEACHMENT DE TEMER NA OAB:

NORTE

AC –
AM –
PA –
AP –
RO – Sim
RR –
TO – Sim

NORDESTE

MA –
PI –
CE – Sim
RN –
PB –
PE –
SE – Sim
BA – Sim
AL –

CENTRO-OESTE

MS – Sim
MT- Sim 
GO – Sim
DF – Sim

SUDESTE

MG – Sim
ES – Sim
RJ – Sim
SP -Sim

SUL

PR – Sim
SC – Sim
RS – Sim

Fonte: Portal 247

I Encontro Regional do Programa Paulo Freire marca retomada das atividades em 2017


O Programa Paulo Freire (PPF) – Pernambuco Escolarizado, desenvolvido no marco do “Brasil Alfabetizado”, retoma as atividades neste primeiro semestre de 2017 com o I Encontro Regional do programa, realizado na GRE do Agreste Meridional, na última quarta-feira (17). O objetivo foi fortalecer a parceria entre o PPF e os municípios parceiros para execução das atividades no novo ciclo que se inicia. 

Na mesa de abertura, estiveram a gerente da GRE, Adelma Elias, o Coordenador Geral de Desenvolvimento da Educação, Eduardo Alves, além de representação da Secretaria de Educação do Estado e das Secretarias Municipais. O formato da reunião foi preparado para receber, além dos componentes da mesa, técnicos dos municípios, coordenadores de turma, alfabetizadores e alfabetizados pelo programa. 

Além da apresentação do programa às instituições parceiras, parte da pauta foi dedicada a apresentação de vivências do PPF, realizada por educadores do município de Bom Conselho, e para a fala da plenária.

O Programa Paulo Freire é uma iniciativa do Governo do Estado de Pernambuco em seu compromisso como Plano Nacional de Educação, destinando-se à alfabetização e letramento de jovens, adultos e idosos e tem como áreas de abrangência municípios integrantes das Regiões de Desenvolvimento (RD) do Estado de Pernambuco que apresentam elevada taxa de analfabetismo, destacando-se como prioridade os 101 municípios com IDH abaixo da média Estadual. A Secretaria de Educação, através do Programa, promove a alfabetização e seguridade social por meio de ações Inter setoriais, tendo como objetivo consolidar a aprendizagem da leitura, da escrita, dos cálculos aritméticos e promover a cultura de Direitos Humanos, numa perspectiva que articule o mundo do trabalho à prática social.

Fonte: http://gre-garanhuns.blogspot.com.br/2017/05/i-encontro-regional-do-programa-paulo.html

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Há 25 anos no Agreste: Folclore Político "Chinês no Palanque"

Praça pública no centro de Surubim, Interior de Pernambuco. Novembro de 1992. O senador Ney Maranhão (PRN) e o secretário da Indústria, Comércio e Turismo do Estado, Celso Sterenberg, veem coroados de êxito seus esforços em torno da captação de investimentos chineses para Pernambuco. Os dois estão radiantes no palanque, rodeados de políticos da região e empresários de Taiwan, para anunciar a instalação de uma fábrica de bicicletas chinesas na cidade.

Discurso vai, discurso vem, chega a vez do empresário chinês Jim Takawa fazer sua saudação às autoridades. Em Português. Pensava, assim ser cordial com es pernambucanos. Entusiasmado, mandou brasa diante da multidão. Só não contava que, depois de tanto esforço para traçar um discurso na língua de Camões, acabasse escorregando nas sílabas:

- Mim gostar muito de Brasil. Mim gosta muito povo dessa terra. Gostar muito Pernambuca. Mim adorar Suruba.

Gargalhadas do público. Constrangimento no palanque. Quando soube que Surubim nada tinha a ver com suruba, o chinês quase morre de vergonha.

Mas aí já era tarde para consertar a troca das letras explícitas.

Fonte: Livro: Folclore Político - "Do Chinês no Palanque ao Pequinês das Princesas" de Carlos Cavalcante e Jaques Cerqueira. Editora Comunicarte.